Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Emagrecimento: 5 ingredientes que contribuem para a perda de peso

Químico aponta quais componentes alimentares podem aumentar o consumo calórico

14 out 2021 11h23
| atualizado em 26/10/2021 às 11h21
Compartilhar
Emagrecimento
Foto: Shutterstock / Sport Life

O emagrecimento é o objetivo de grande parte das pessoas que praticam atividades físicas. A busca por uma alimentação balanceada e uma mudança no estilo de vida, geralmente, estão atreladas à perda de peso. Muito disso se deve ao fato de que, no Brasil e no mundo, o número de pessoas obesas e acima do peso não para de crescer.

Segundo o último levantamento realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), cerca de 25% dos brasileiros são obesos e, mais da metade da população, encontra-se em estado de sobrepeso. Números que, segundo análises médicas, provavelmente, pioraram durante a pandemia.

Publicidade

"Dados - tanto oficiais, quanto observacionais - mostram que as pessoas, ao invés de melhorarem o seu consumo alimentar, passaram a comer muito pior. Nós observamos na nossa clínica, pessoas aumentando grandes quantidades de peso e transformando-se em obesas ao longo da pandemia", conta a médica nutróloga Dra. Marcella Garcez, professora e diretora da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

Para reverter esse quadro, a única saída é apostar em um estilo de vida mais saudável. Com a prática regular de atividades físicas, uma alimentação balanceada e, quando necessário, acompanhamento médico. No entanto, de acordo com o químico, professor de educação física e atleta profissional IFBB, Renato Cariani, existem também alguns alimentos e condutas dietéticas que podem encurtar esse caminho. Confira:

1 - Incluir pimentas na dieta ajuda o emagrecimento

De acordo com o especialista, as pimentas possuem um composto químico chamado capsaicina, que exerce uma função termogênica no organismo humano. "A pimenta consegue aumentar a sua taxa de metabolismo basal - o quanto você gasta de calorias parado, sem atividade nenhuma - logo, você queima mais calorias", explica Cariani.

2 - Adicionar gengibre na alimentação

Mais um alimento termogênico que, de acordo com o químico, contribui para aumentar o gasto calórico. "Assim como a pimenta, o gengibre quase não tem calorias. Então você ingere uma quantidade legal, não tem calorias, mas tem efeitos benéficos, como o aumento da temperatura corporal. E, automaticamente, o seu organismo funciona de forma mais dinâmica, gastando mais calorias", afirma.

Publicidade

3 - Coma menos arroz e mais feijão

"Diferente dos dois primeiros, o feijão tem calorias. Mas, se você substituir, na mesma quantidade, 100g de arroz por 100g de feijão, você vai queimar mais gordura. Uma concha de feijão tem 7g de fibras, que aumentam a capacidade do processo digestivo. Digerindo melhor os alimentos, você tem uma absorção melhor. Logo, associado à atividade física, é possível queimar mais gorduras", explica Cariani.

4 - Beba água gelada

Isso mesmo, consumir a água que passou o dia inteiro dentro da geladeira pode ajudar no processo de emagrecimento. "Um copo de água gelada gasta 10 calorias. O seu corpo trabalha em uma temperatura média de 36 graus. Quando você ingere água gelada, ela resfria o seu corpo, que tem a capacidade de recondicionar essa temperatura e te manter nos 36 graus. Como ele faz isso? Queimando calorias", revela o químico.

5 - Aposte no chá de hibisco para o emagrecimento

"O chá de hibisco tem três características interessantes: alta concentração de antioxidantes, bloqueio da enzima amilase e poder diurético", conta Cariani. Segundo o especialista, essas funções são responsáveis por deixar o organismo mais purificado, com menor presença de radicais livres, reduzir a quebra enzimática de carboidratos e diminuir a retenção hídrica. Fatores que contribuem diretamente para o emagrecimento.

Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações