Anvisa proíbe fenol! Veja 5 alternativas menos invasivas para tratar a pele

Há opções mais suaves; o peeling de fenol só é seguro se o paciente fizer exames e todo o tratamento com um médico especializado na técnica

10 jun 2024 - 17h21
(atualizado em 25/6/2024 às 13h04)

(publicado originalmente em 10 de junho de 2024 e atualizado em 25 de junho)

5 alternativas menos invasivas que o peeling de fenol
5 alternativas menos invasivas que o peeling de fenol
Foto: Janko Maslovaric

O peeling de fenol é um procedimento estético em que um ácido é aplicado sobre a pele do paciente para estimular o seu rejuvenescimento facial. Ele estimula a produção de colágeno e é indicado para suavizar rugas profundas e linhas de expressão. 

Publicidade

O procedimento, porém, é altamente invasivo e agressivo. Tanto é que a Anvisa proibiu nesta terça-feira (25) o uso de fenol em procedimentos de saúde e estéticos. A proibição aconteceu 22 dias depois da morte do jovem empresário Henrique da Silva Chagas, de 27 anos, no dia 3 de junho.

Henrique realizou o peeling de fenol em uma clínica estética supostamente clandestina, da influenciadora digital Natalia Becker, na cidade de São Paulo. As investigações sobre o local e a profissional estão em andamento.

5 ácidos para tratar manchas na pele 5 ácidos para tratar manchas na pele

Desde então, as conversas ao redor do tratamento não param de crescer – e assustam muitas pessoas. Na opinião do dermatologista Lucas Miranda, médico que é referência em aplicar o peeling de fenol no estado de Minas Gerais, o procedimento traz muitos resultados positivos, mas não é para qualquer pessoa.

Publicidade

O peeling de fenol é recomendado apenas para pessoas com rugas profundas, cicatrizes de acne, manchas escuras pronunciadas e outras imperfeições da pele que não respondem a tratamentos mais suaves. Além disso, o procedimento é mais adequado para pacientes com a pele clara, pelo risco de manchas em peles escuras, alerta o médico. 

Em abril, o Terra mostrou o resultado do tratamento na pele de uma paciente de 65 anos que fez o peeling com o médico dermatologista. Lucas Miranda ainda reforça que o peeling de fenol precisa ser realizado em uma clínica e somente com um médico especializado na técnica, seja ele dermatologista ou cirurgião plástico.

Alternativas ao peeling de fenol

Abaixo, ele deu uma lista de alternativas para aqueles que não têm tantas marcas na pele ou ainda estão receosos em realizar um peeling de fenol - por ora proibido:

Dermabrasão

A dermabrasão é um procedimento mecânico que utiliza uma escova rotativa ou uma ferramenta abrasiva para remover as camadas superficiais da pele. É eficaz para tratar cicatrizes de acne, rugas finas e manchas de idade, promovendo uma pele mais lisa e uniforme.

Publicidade

É moderadamente invasivo, com um período de recuperação que pode variar de alguns dias a semanas, dependendo da profundidade do tratamento.

Peeling de Ácido Tricloroacético (ATA)

O peeling de ATA utiliza ácido tricloroacético em concentrações variadas para esfoliar a pele. É eficaz para tratar rugas superficiais, hiperpigmentação e cicatrizes leves. Estimula a renovação celular e a produção de colágeno.

É menos invasivo que o peeling de fenol, com recuperação que pode variar de alguns dias a uma semana.

Morpheus 8®

O Morpheus 8® combina microagulhamento com radiofrequência para estimular a produção de colágeno e elastina nas camadas profundas da pele. É eficaz para tratar flacidez, rugas e cicatrizes, proporcionando uma pele mais firme e rejuvenescida.

É minimamente invasivo, com recuperação rápida e mínimo desconforto.

Laser Fotona Starwalker

O Laser Fotona Starwalker utiliza tecnologia de laser para remover camadas superficiais da pele e estimular a produção de colágeno. É eficaz para tratar rugas, cicatrizes de acne e hiperpigmentação, melhorando a textura e o tom da pele.

Publicidade

É moderadamente invasivo, com um período de recuperação que pode variar de alguns dias a uma semana.

Estimuladores de Colágeno

Estimuladores de colágeno, como Sculptra® e Radiesse®, são injetáveis que promovem a produção de colágeno ao longo do tempo. São eficazes para tratar flacidez, rugas e perda de volume, proporcionando uma aparência mais jovem e firme.

É minimamente invasivo, com recuperação rápida e resultados que melhoram progressivamente ao longo de meses.

9 perguntas para se fazer antes de um procedimento estético 9 perguntas para se fazer antes de um procedimento estético

Fonte: Redação Terra Você
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações