Conheça a cultura e os principais pontos turísticos do Uruguai

Foto: Wikpedia

Pequeno na extensão territorial, o Uruguai apresenta riqueza cultural e pontos turísticos que chamam a atenção. Com fortes influências europeias e mestiças, fica localizado próxima à Pampa, região que integra a Argentina e o Rio Grande do Sul, no Brasil. Veja alguns locais que fazem parte do roteiro de visitação.

Foto: Wikpedia

O país, portanto, tornou-se multicultural devido à população maioritariamente descendente de imigrantes de todas as partes do mundo. Além disso, tem uma tradição ligada ao campo, com as famosas jineteadas, onde um homem monta um cavalo selvagem por 8 segundos, tentando não ser derrubado.

Foto: pirizluz pixabay

O Uruguai também ficou conhecido por ser pioneiro em medidas relacionadas aos direitos civis e à democratização da sociedade. Em 1907, foi o primeiro país a legalizar o divórcio e, em 1932, o segundo país da América a conceder às mulheres o direito a voto.

Foto: Марсело Кампи - Wikimédia Commons

Em 2007, foi o primeiro país sul-americano a legalizar uniões civis entre pessoas do mesmo sexo e a permitir a adoção homoparental. Seis anos depois, se tornou a segunda nação sul-americana a aprovar o casamento entre pessoas do mesmo sexo e o primeiro no mundo a legalizar o cultivo, venda e o consumo de cannabis.

Foto: Imagem de Guillermo Aromando por Pixabay

Isso levou a revista britânica The Economist a classificar o Uruguai como o país do ano de 2013, pela promoção de "reformas inovadoras que não se limitam apenas a melhorar um país, mas que, se imitadas, poderiam beneficiar o mundo" A Reader's Digest também classificou o país como o nono "mais habitável e verde" do mundo e o primeiro na América.

Foto: Imagem de thegermankid por Pixabay

Além disso, o Uruguai é um exemplo de Estado laico no continente americano. Considerado o país mais laico das Américas. Também, é uma das duas únicas democracias plenas da América do Sul, ao lado do Chile, segundo classificação do Índice de Democracia de 2022.

Foto: Imagem de Ernesto Velázquez por Pixabay

O Uruguai é o segundo menor país da América do Sul e a sua paisagem é constituída principalmente por planícies e colinas baixas (coxilhas), com uma planície costeira fértil. A terra está ocupada na sua maior parte por pradarias, ideais para a criação de bovinos e ovinos. O país tem um litoral de 660 km de extensão.

Foto: Imagem de Elen Lackner por Pixabay

Localizado inteiramente dentro de uma zona temperada, tem um clima que é relativamente ameno e bastante uniforme. Com a sua abundância de água, a alta umidade e neblina são comuns. A ausência de montanhas, que funcionam como barreiras climáticas, torna todo o território uruguaio vulnerável ​​a ventos fortes e mudanças bruscas de tempo, como tempestades.

Foto: Imagem de andreams60 por Pixabay

O Palácio Salvo é um edifício em Montevidéu, Uruguai, desenhado pelo arquiteto italiano Mario Palanti, um imigrante italiano que vivia em Buenos Aires. Foi inaugurado no ano de 1928. Com os seus 95 metros e 27 pisos, foi a torre mais alta da América do Sul por vários anos.

Foto: Fulviusbsas/Wikimédia Commons

A fachada principal do Solís tem semelhanças com a do Teatro Carlo Felice em Génova. O teatro tem uma forma ligeiramente elíptica, como a do Teatro alla Scala, de Milão, embora o interior do Solís mantenha uma semelhança notável com outro teatro italiana, o Teatro Metastasio de Prato, perto de Florença.

Foto: Flickr/Joe Nazarian

O Museu Torres Garcia possui pinturas e réplicas fotográficas do trabalho do artista visual expostas pelos quatro andares do prédio, além de exposições que homenageiam outros artistas ligados a ele. O museu fica na charmosa Rua Sarandi, localizado a poucos metros da Porta da Cidadela, na Cidade Velha.

Foto: Divulgação/Governo do Uruguai

O chivito é uma das marcas da culinária uruguaia. Trata-se de um sanduíche à base de filet. Normalmente, vem em tamanho gigante, para o deleite das pessoas de grande apetite.

Foto: Flickr Matt Rubens

Dos antepassados, o Uruguai ficou com o mate, infusão de erva-mate e água quente, a parrilla e outras comidas típicas. Já na literatura, Eduardo Galeano e Mario Benedetti levaram para o mundo a visão dos latino-americanos sobre a vida e problemas cotidianos. Nas artes, Vilaró e Torres García se destacam.

Foto: Wikipedia/Mariela De Marchi Moyano

O 'Museo Andes 1972' em Montevidéu traz uma proposta diferente de todos os outros museus da cidade e retrata cada detalhe do acidente aéreo que chocou o mundo, da dificuldade de resgate e da luta pela sobrevivência. São diversos objetos que revivem aquele momento e trazem à tona o senso de humanidade e compaixão.

Foto: Instagram @museoandes1972

A Praça Constituição é a mais antiga da capital uruguaia, Montevidéu, situada no centro do bairro histórico da Cidade Velha. É conhecida popularmente como Praça Matriz (Plaza Matriz) por localizar-se em frente à Catedral Metropolitana de Montevidéu

Foto: Flickr/Leandro's World Tour

Inaugurada em 1890, a Plaza Zabala ocupa o espaço que abrigava a Casa do Governo, demolida durante a ditadura de Lorenzo Latorre, em 1880, no bairro da Ciudad Vieja (Cidade Velha). O fundador de Montevidéu, General Bruno Mauricio de Zabala, é homenageado por um monumento equestre do escultor Lorenzo Coullaut Valera, inaugurado em 1924, no centro da praça.

Foto: Flickr/Ted McGrath

O 'Cafe La Farmacia' já virou um ponto famoso em Montevidéu, Uruguai. Trata-se de uma antiga farmácia que virou um café, mas que mantém a mesma fachada antiga.

Foto: Instagram @cafelafarmacia

O Café Brasilero é um dos bares mais tradicionais do Uruguai. Está localizado na Rua Ituzaingó, 1447, no bairro da Cidade Velha, Montevidéu. O local, que é patrimônio cultural, ficou conhecido por ter diversos artistas, poetas e escritores como clientes, a exemplo do escritor Eduardo Galeano e do cantor de tango, Carlos Gardel.

Foto: Instagram @cafebrasilero.uy

‘Peatonal’ é como se diz ‘rua de pedestres’ em espanhol. A rua mais comercial da Ciudad Vieja, a Sarandí, na Pérez Castellano. São quatro quadras que funcionam como o centro gastronômico da Ciudad Vieja, com vários pequenos restaurantes, bares e cafés para você escolher.

Foto: Instagram @aliblanque

O Museo del Carnaval foi inaugurado em novembro de 2006, no bairro Ciudad Vieja em Montevidéu, para homenagear o maior festival do Uruguai, O Carnaval uruguaio é comemorado todos os anos entre fevereiro e março, e as festas costumam durar cerca de quarenta dias. A comemoração mais famosa é a de Montevidéu, que conta com apresentações e o Desfile de Llamadas, que é considerado o maior festival da cultura afro-uruguaia.

Foto: Divulgação

O Mercado del Puerto, em Montevidéu, está localizado no bairro Ciudad Vieja, ao lado do centro da cidade. Criado em 1868 como um mercado comum que vendia alimentos, é considerado um incrível ponto turístico, contando com alguns dos melhores restaurantes da cidade.

Foto: Flickr/Parchen

O Mercado Agrícola de Montevidéu – MAM reúne todos os sabores do Uruguai: temperos, doces, compotas, sorvetes, carnes e certamente frutas e verduras. O primeiro centro de varejo especializado na venda de alimentos não perecíveis, frescos, nativos, com a identidade Uruguaia fortemente marcada.

Foto: Flickr/Alvaro Salas

Localizado entre as ruas tranquilas que beiram os bairros de Chaná e Cordón, em Montevideo, o Mercado Ferrando foi inaugurado. O conceito de 'market place' é um fenômeno de sucesso no mundo inteiro, a versão uruguaia aposta na gastronomia e criatividade local.

Foto: Instagram @mercadoferrando

A feira Tristán Narvaja tem mais de 100 anos de história e é considerada uma das maiores da América do Sul. Acontece todos os domingos na rua de mesmo nome. Tristán Narvaja, no bairro Cordón de Montevidéu, Uruguai.

Foto: Rodrigo Olivera/Wikimédia Commons

O Estádio Centenário é localizado em Montevidéu, no Uruguai. É onde joga normalmente a Seleção Uruguaia de Futebol, e tem capacidade para 65.235 espectadores. Construído para sediar a Copa do Mundo de 1930, foi inaugurado com atraso devido às chuvas em 18 de Julho de 1930, com o jogo Uruguai 1 a 0 contra o Peru.

Foto: Marcelo Campi/Wikimédia Commons

O Parque Rodó é um dos espaços mais adorados pelos montevideanos para passeios ao ar livre. A área que homenageia no nome o escritor uruguaio José Enrique Rodó tem amplos gramados, árvores de flores e de sombra, um lago, vários monumentos e chafarizes.

Foto: Flickr/Jorge Gobbi

Localizado no bairro Pocitos, o famoso letreiro foi instalado na cidade pela primeira vez quando a capital uruguaia foi sede da Assembléia de Governadores do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em março de 2012. Dois anos depois, foi inaugurado de forma fixa, com concreto sobre uma base de cimento, com 15 metros de comprimento por 2 de altura.

Foto: Flickr/Parchen

Uma das praias mais famosas de Montevidéu é a playa Pocitos, que, assim como a maioria das praias na cidade, recebe o nome de seu bairro. Ela está localizada em uma área residencial de Montevidéu e é bastante frequentada por moradores da região, além dos turistas, durante o calor no país.

Foto: Flickr/Parchen

O Parque Villa Biarritz, em Montevidéu, é onde acontece uma feira de artesanato bastante famosa na cidade. Ela também possui uma variedade enorme de antiguidades.

Foto: Felipe Restrepo Acosta/Wikimédia Commons

Um dos principais cassinos em Montevidéu é o Carrasco, localizado em um luxuoso hotel do mesmo nome. Inaugurado em 1921, possui um ambiente bastante elegante e sofisticado, com mais de 3 mil metros quadrados e funciona 24 horas.

Foto: Mverocai/Wikimédia Commons

A 'Família Deicas' é um dos produtores mais renomados e pioneiros do Uruguai, combinando uma longa história com uma abordagem inovadora em relação ao vinho moderno. Com a produção, construíram as Bodegas voltadas ao vinhos de todos os tipos.

Foto: Instagram @bodegafamiliadeicas

O Baar Fun Fun é um patrimônio da noite uruguaia. Fundado em 1895 no centro de Montevidéu, tem apresentações de tango, candombe e outros gêneros típicos da região toda santa noite, entre terças e sábados.

Foto: Divulgação

O Primuseum de Montevidéu, na capital do país, reúne alguns dos melhores aspectos culturais da região em um casarão antigo que possui museu, jantar e um espetáculo de tango, tudo em um só local.

Foto: Instagram @primuseum

No restaurante El Milongón, o visitante pode assistir às apresentações de candombe, tango, milonga e folclore, os principais gêneros do Uruguai.

Foto: Instagram @elmilongonuy

Colônia do Sacramento é uma cidade do Uruguai, capital do departamento de Colônia, que foi fundada em 22 de janeiro de 1680 por Manuel Lobo, então Governador da Capitania Real do Rio de Janeiro, a mando do Império Português no século XVII. A área onde localiza-se a fundação portuguesa faz parte do Centro Histórico, reconhecido pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

Foto: Flickr/sergejf

Punta del Este é conhecida como a St. Tropez do Uruguai, graças às suas belas praias, resorts fabulosos e clubes noturnos sofisticados. O nome significa e descreve o lugar. A pontinha da península marca a divisão entre o Oceano Atlântico (o mar aberto) e o Rio da Prata (a baía).

Foto: Flickr/Graciela Bacino

Aceguá é um município brasileiro da região Sul, no estado do Rio Grande do Sul, situado na fronteira do Brasil com o Uruguai, sendo conurbado com a homônima Aceguá, no lado uruguaio. É formado por diversas comunidades, destacando-se Aceguá (sede) e Colônia Nova.

Foto: Martim D'Avila Garci wikimedia commons

O Chuí é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul, localizado no extremo sul do Brasil. É a cidade mais meridional do país, fazendo fronteira conurbada com a cidade do Chuy, no Uruguai.

Foto: Dantadd wikimedia commons

Acompanhe o Terra

Diariamente o Terra traz conteúdos para você se manter informado. Acesse o site e nos siga nas redes.

Foto: Wikpedia