As 20 doenças tropicais mais devastadoras de acordo com a OMS

A Organização Mundial da Saúde pediu aos países mais investimentos no combate a doenças tropicais negligenciadas. Dengue está entre elas; confira a lista

Foto: iStock

Úlcera de Buruli

Infecção cutânea micobacteriana debilitante que causa destruição severa da pele, ossos e tecidos moles.

Foto: iStock

Doença de Chagas

Uma doença protozoária com risco de vida transmitida aos seres humanos através do contato com insetos vetores (triatomíneos), ingestão de alimentos contaminados, transfusões de sangue infectado, transmissão congênita, transplante de órgãos ou acidentes de laboratório.

Foto: iStock

Dengue e chikungunya

Duas condições virais propensas a surtos transmitidas por mosquitos que causam uma doença semelhante à gripe que pode estar associada a sintomas graves, dolorosos e incapacitantes e, no caso da dengue, pode causar choque, hemorragia e morte.

Foto: Reprodução/Getty Images

Dracunculíase

Uma infecção helmíntica transmitida exclusivamente pela água potável contaminada com pulgas d’água infectadas por parasitas; um ano depois, os vermes fêmeas adultos ulceram dolorosamente através da pele, muitas vezes das pernas, para expelir suas larvas.

Foto: iStock

Equinococose

Doença causada pelos estágios larvais de tênias formando cistos patogênicos em órgãos humanos, adquirida pela ingestão de ovos mais comumente eliminados nas fezes de cães e animais selvagens.

Foto: iStock

Trematodiases transmitidas por alimentos

Um grupo de doenças infecciosas adquiridas pelo consumo de peixes, crustáceos e vegetais contaminados com parasitas larvais; clonorquíase, opistorquíase, paragonimíase e fasciolíase são as mais comuns.

Foto: iStock

Tripanossomíase africana humana (doença do sono)

Uma infecção protozoária disseminada pelas picadas de moscas tsé-tsé que é quase 100% fatal sem diagnóstico e tratamento imediatos para evitar que os parasitas invadam o sistema nervoso central.

Foto: iStock

Leishmanioses

Um grupo de doenças protozoárias transmitidas pela picada de flebotomíneos fêmeas infectadas; a forma mais grave (visceral) ataca os órgãos internos e em sua forma mais prevalente (cutânea) causa úlceras na pele, cicatrizes desfigurantes e incapacidade.

Foto: iStock

Hanseníase

Uma doença complexa causada pela infecção por uma bactéria de crescimento lento, afetando principalmente a pele, nervos periféricos e olhos.

Foto: iStock

Filariose linfática (elefantíase)

Uma infecção helmíntica transmitida por mosquitos e resultando em vermes adultos que habitam e se reproduzem no sistema linfático; está associada a inflamação dolorosa recorrente e aumento anormal dos membros e órgãos genitais.

Foto: iStock

Micetoma, cromoblastomicose e outras micoses profundas

Doenças inflamatórias crônicas e progressivamente destrutivas da pele e tecidos subcutâneos que geralmente afetam os membros inferiores. As pessoas são infectadas quando lesões rompem a pele e permitem que fungos (e bactérias no caso do micetoma) entrem no corpo.

Foto: iStock

Oncocercose (cegueira dos rios)

Infecção helmíntica transmitida pela picada de borrachudos infectados, causando coceira intensa e lesões oculares à medida que o verme adulto produz larvas, o que acaba levando a deficiência visual e cegueira permanente.

Foto: iStock

Raiva

Uma doença viral evitável transmitida aos humanos por meio de mordidas de animais infectados, especialmente cães, que é invariavelmente fatal quando os sintomas se desenvolvem.

Foto: iStock

Escabiose e outras ectoparasitoses

Grupo de infestações da pele causadas por ácaros, pulgas ou piolhos; a sarna ocorre quando o ácaro da coceira humana se enterra na camada superior da pele onde vive e deposita seus ovos, causando coceira intensa.

Foto: iStock

Esquistossomose (bilharziose):

Grupo de infecções por trematódeos adquiridas quando formas larvais liberadas por caramujos de água doce penetram na pele humana durante o contato com água infestada; A esquistossomose está tipicamente associada a patologias hepáticas e urogenitais.

Foto: iStock

Envenenamento por picada de cobra

Uma condição potencialmente fatal causada por toxinas injetadas através da picada de uma cobra venenosa, muitas vezes responsável por emergências médicas agudas. O envenenamento também pode ser causado pela pulverização de veneno nos olhos por certas espécies de cobras.

Foto: iStock

Helmintíases transmitidas pelo solo

Infecções por helmintos transmitidas por solo contaminado por fezes humanas; eles causam anemia, deficiência de vitamina A, crescimento atrofiado, desnutrição, obstrução intestinal e desenvolvimento prejudicado.

Foto: iStock

Teníase e cisticercose

A teníase é causada por tênias adultas nos intestinos humanos; A cisticercose ocorre quando os seres humanos ingerem ovos de tênia que se desenvolvem como larvas em tecidos, incluindo o cérebro (neurocisticercose).

Foto: iStock

Tracoma

Infecção bacteriana transmitida por contato direto com secreção ocular ou nasal infecciosa e associada a condições de vida e práticas de higiene inseguras; se não for tratada, causa opacidades irreversíveis da córnea e cegueira.

Foto: iStock

Bouba

Doença bacteriana crônica e desfigurante que afeta principalmente a pele e os ossos. Outras treponematoses endêmicas semelhantes à bouba também são consideradas DTNs.

Foto: iStock

Siga Terra Você

Saúde, saúde mental, autocuidado, comportamento, alimentação... As grandes transformações da vida começam por VOCÊ!

Foto: iStock