5 dicas para fazer a dieta detox corretamente

Foto: nensuria/iStock

A principal finalidade da dieta detox é ajudar o organismo no processo de destoxificação natural. Acontece que, neste processo, muitas vezes a técnica é realizada de forma indiscriminada e sem as corretas orientações, o que pode prejudicar a absorção de nutrientes. Para evitar este problema, a nutricionista Alessandra Pereira indica como você pode fazer a dieta detox corretamente. Confira!

Foto: Inside Creative House | Shutterstock

1. Identifique os alimentos tóxicos

O primeiro passo é identificar possíveis fontes de substâncias tóxicas presentes na alimentação (agrotóxicos, aditivos alimentares, entre outras). É importante lembrar que o histórico alimentar deve ser sempre complementados com a avaliação nutricional. 

Foto: Basilico Studio Stock | Shutterstock

2. Verifique os nutrientes que precisam de reposição

A anamnese alimentar permitirá avaliar os nutrientes que faltam no cardápio. Por exemplo, a população, em geral, vem diminuindo o consumo de frutas, legumes e verduras, e as fibras insolúveis presentes nesses alimentos podem auxiliar no menor tempo de contato de substâncias tóxicas com o trato gastrointestinal, bem como auxiliar no processo de destoxificação do organismo. 

Foto: marilyn barbone | Shutterstock

3. Inclua alimentos ricos em Betacaroteno na dieta

Pró-vitamina A, o betacaroteno está presente em alimentos como cenoura, abóbora, espinafre e couve-manteiga. A substância auxilia no processo de renovação celular, aumenta a imunidade e age como antioxidante. 

Foto: Shlyahov Sergei | Shutterstock

4. Invista em vitamina C e Resveratrol

Ambos os nutrientes são antioxidantes e atuam protegendo o organismo dos radicais livres. A vitamina C, por exemplo, pode ser encontrada em alimentos como laranja, acerola, goiaba e manga. Já o resveratrol está presente no suco de uva integral e auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares.

Foto: Iryna Denysova | Shutterstock

5. Consulte um nutricionista

Uma destoxificação do organismo deve ser realizada de forma criteriosa e com acompanhamento nutricional, pois, na maioria dos casos, deve-se fazer uma reeducação alimentar e um adequado planejamento alimentar, além da inclusão de alimentos com a finalidade de auxiliar no processo. 

Foto: Roman Chazov | Shutterstock

Acompanhe o Terra

Diariamente o Terra traz conteúdos para você se manter informado. Acesse o site e nos siga nas redes.

Foto: Ridofranz/iStock