Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Chevrolet do Brasil anuncia mudanças nos motores para 2022

Para se adequar às novas regras de emissões do Proconve, motor 1.8 flex do Chevrolet Spin finalmente perderá tanquinho de partida a frio

30 nov 2021 15h47
| atualizado às 15h52
Compartilhar
Motor 1.8 do Spin ficou mais eficiente
Foto: GM

As leis ambientais estão se tornando cada vez mais severas em todo o mundo. A partir de 2022, entra em vigor no Brasil a próxima fase do Proconve, o L7, que estabelece limites mais rígidos de emissão, visando a redução da poluição do ar e a economia de combustível. Com isso, algumas montadoras precisam fazer alguns ajustes nos atuais motores para se adequarem às novas regras. No caso da Chevrolet, a marca americana divulgou que pretende reduzir em até 43% as emissões de gases de seus modelos.

Aprovada em 2018, a nova etapa do Proconve muda parâmetros, a classificação dos veículos e impõe limites mais rigorosos para automóveis e comerciais leves zero km no Brasil. Além de exigir que os veículos sejam submetidos a testes de emissões em condições reais de trânsito, a fase L7 também exige o aumento da durabilidade das emissões para 160 mil km ou 10 anos, o dobro da especificação atual.

Publicidade

“A GM anunciou seu compromisso de se tornar uma empresa neutra em carbono até 2040 e estamos avançando globalmente neste sentido. Parte importante deste processo é tornar cada vez mais sustentáveis nossos veículos a combustão até a migração do mercado para os carros 100% elétricos, os únicos zero emissão”, afirma Santiago Chamorro, presidente da GM América do Sul.

Motor a diesel da S10 também ganhou novidades
Foto: GM / Divulgação

Para o Proconve L7, a GM afirma que investiu desde pesquisa e desenvolvimento de produto até na atualização da linha de montagem, uma vez que os motores sofreram modificações em sistemas importantes. Dentre as novidades, o motor 1.8 flex utilizado no Chevrolet Spin foi o que mais teve mudanças. A principal delas é o fim do tanquinho de partida a frio, que foi substituído por bicos injetores aquecidos. 

Além disso, o tanque de combustível também ganhou novos filtros para evitar a evaporação de combustível, enquanto os novos catalisadores prometem maior eficiência e durabilidade. Para os motores a diesel que equipam a picape Chevrolet S10 e o SUV Trailblazer, a principal novidade é a inclusão de um novo filtro, que anula em até 95% a emissão de particulados na atmosfera. Apesar das modificações, a Chevrolet afirma que os motores mantiveram os números de potência e torque atuais.

Motores da Chevrolet: mudanças para 2022
Foto: GM/Divulgação

 

Publicidade
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações