Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Análise sedãs: existe futuro para Civic, Cruze e Jetta?

Com preços altos, vendas em queda e desistência da Honda, mercado será cada vez mais do Toyota Corolla - uma chance para o Arrizo 6 crescer

14 jan 2022 10h25
| atualizado às 10h49
Compartilhar

O segmento de sedãs médios vendeu apenas 77,4 mil unidades em 2021 e isso coloca em risco a presença de bons carros no Brasil, como o Honda Civic, o Chevrolet Cruze e o Volkswagen Jetta, tradicionais rivais do Toyota Corolla nesta categoria.

Volkswagen Jetta 350 GLI
Volkswagen Jetta 350 GLI
Foto: VW / Divulgação

Existe um risco real de que a categoria dos sedãs médios tenha o mesmo destino da categoria dos hatches médios, que antes tinha modelos como Peugeot 308, Volkswagen Golf e Ford Focus, mas agora ficou reduzida a um nicho de 2,8 mil carros/ano e com presença de veículos 100% elétricos ou importados (Nissan Leaf, Audi A3, Mercedes Classe A etc.).

Publicidade

O caminho para a transformação dos sedãs médios em nicho para ricos já começou. A Honda desistiu de continuar fabricando o Civic no Brasil e a nova geração será importada. O Civic atual, embora seja um ótimo carro e tenha sido vice-campeão de vendas da categoria, já saiu de produção.

Novo Honda Civic.
Foto: Honda

A queda de vendas do Honda Civic nem foi tão grande (-7%) comparada com a do VW Jetta (-49%) e do Chevrolet Cruze (-19%). No caso da Volkswagen, o único Jetta disponível agora é o GLI 350 TSI, que chega importado do México por R$ 205.590. A GM continua produzindo o Cruze na Argentina (última fábrica do modelo no mundo) e oferece o sedã na rede Chevrolet em três versões, que vão de R$ 135.660 a R$ 163.790.

O Citroën C4 Lounge também saiu do catálogo da marca ao registrar apenas 258 vendas, também com forte queda (-40%). Outra queda expressiva na categoria foi a do Kia Cerato, que terminou o ano com menos de 1.000 unidades vendidas (-21%). Veja no quadro abaixo o ranking dos 11 modelos mais vendidos. Só o Toyota Corolla segue firme e forte e teve aumento de 2% nas vendas anuais..

Chevrolet Cruze
Foto: General Motors
TOP 11 SEDÃS MÉDIOS 2021
PSEDÃVENDAS
Toyota Corolla41.891
Honda Civic18.949
Chevrolet Cruze7.090
Caoa Chery Arrizo 63.469
Volkswagen Jetta2.927
Kia Cerato978
Audi A5367
Audi A3 Sedan349
Mercedes Classe C308
10ºCitroën C4 Lounge258
11ºMercedes Classe A209

A mudança de “passaporte” do Honda Civic - de nacional para estrangeiro - abre possibilidades para dois carros. Um deles é o próprio Chevrolet Cruze, seu rival histórico. É a chance da GM de melhorar sua participação na categoria. Porém, outro carro parece ter mais fôlego: o Caoa Chery Arrizo 6.

Publicidade

Recentemente, a Caoa Chery lançou o novo Arrizo 6 Pro, uma versão evoluída do sedã. O modelo compartilha a linha de produção de Jacareí (SP) com o Arrizo 6 GSX. Dono do único crescimento importante da categoria (+186%), o Arrizo 6 fechou o ano com 3,4 mil unidades e “canibalizou” seu irmão menor, o Arrizo 5, que deixou de ser produzido pela Caoa Chery.

Conheça o Arrizo 6 Pro, novo sedã médio da Caoa Chery
Video Player
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações