Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Uber e 99 reajustam ganho da corrida para motoristas

Com alta dos combustíveis, empresas alegam que mudanças não devem resultar em aumento do valor cobrado aos usuários

11 set 2021 15h07
| atualizado às 16h36
Compartilhar

A Uber e a 99 anunciaram que estão reajustando algumas taxas para diminuir os prejuízos dos motoristas que trabalham nas plataformas. As medidas ocorrem em um contexto de baixa demanda por conta da pandemia e alta dos combustíveis no País — principalmente da gasolina, cujo preço do litro chega a ultrapassar R$ 7 em algumas regiões. O cenário tem afetado a adesão de motoristas aos aplicativos e consequentemente os serviços prestados. As empresas alegam que mudanças não devem resultar em aumento do valor cobrado aos usuários. 

Em comunicado, a Uber informou que, na região metropolitana de São Paulo, os valores de ganhos com viagens UberX, as mais populares do aplicativo, foram reajustados em até 35% nesta semana. A revisão das taxas está sendo feita também em outras cidades, mas os percentuais podem mudar de acordo com as regiões. Segundo a empresa, os reajustes são apenas nos ganhos para os motoristas, e não devem afetar os usuários. 

Publicidade
Frentista abastece carro em posto de gasolina do Rio de Janeiro 08/07/2021 REUTERS/Amanda Perobelli
Foto: Reuters

"Com o aumento constante dos combustíveis, a Uber tem intensificado seus esforços para ajudar os motoristas parceiros a reduzirem seus gastos", explicou a empresa, listando ainda algumas que visam a beneficiar os motoristas. Como exemplo, a empresa citou que foi firmada uma parceria com os postos Ipiranga para, de forma permanente, oferecer cashback de até 4% nos combustíveis para pagamentos pelo aplicativo da rede. 

A Uber informou que busca "sempre considerar, de um lado, as necessidades dos motoristas parceiros e, de outro, a realidade econômica dos consumidores que usam a plataforma, tendo em vista a preservação do equilíbrio entre oferta e demanda que é fundamental para a plataforma".

A 99, por sua vez, reforçou que "os constantes reajustes dos combustíveis impactaram muito negativamente os serviços de transporte por aplicativo". Diante desse cenário, a 99 reajustou os ganhos dos motoristas parceiros entre 10% e 25% em mais de 20 regiões metropolitanas do País, incluindo cidades como São Paulo, Florianópolis, Brasília, Goiânia, Fortaleza, São Luís, João Pessoa e Maceió.

Em Belo Horizonte e Salvador, os motoristas receberam o reajuste há duas semanas. Segundo a 99, medidas como essa já vinham sendo adotadas desde o último mês e seguem em expansão. Os reajustes, explicou a empresa, visam a "equilibrar a plataforma oferecendo mais ganhos para motoristas e mantendo a acessibilidade do serviço para os passageiros".

Publicidade

A 99 completou ainda que "os reajustes serão subsidiados" pela empresa. Além disso, a exemplo da Uber, a empresa também firmou parceria com postos de gasolina da rede Shell para repassar descontos aos motoristas.

Fique por dentro das principais notícias de Tecnologia
Ativar notificações