Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Putin não ditará termos de paz na Ucrânia, diz chanceler alemão

26 mai 2022 11h00
Compartilhar

A Rússia não vencerá a guerra na Ucrânia e o presidente russo, Vladimir Putin, não ditará os termos de nenhum acordo de paz, disse o chanceler alemão, Olaf Scholz, nesta quinta-feira.

Depois de não conseguir tomar a capital da Ucrânia, Kiev, ou sua segunda cidade, Kharkiv, na guerra de três meses, as forças russas estão tentando assumir o controle total da região de Donbas, no leste, e também avançaram no sul apesar da forte resistência ucraniana e das duras sanções ocidentais sobre Moscou.

Publicidade

"Putin não vencerá sua guerra, e estou convencido de que ele não vencerá", disse Scholz em um discurso no Fórum Econômico Mundial no resort suíço de Davos. "A captura de toda a Ucrânia parece mais distante agora do que no início da guerra."

Embora alguns tenham sugerido que a Ucrânia deveria negociar com Putin e considerar ceder território, Scholz rejeitou a ideia de deixar Putin ditar os termos de um acordo.

"Não haverá paz ditada", acrescentou Scholz. "A Ucrânia não aceitará isso, e nós também não."

Putin provavelmente só negociará seriamente quando aceitar que a guerra não pode ser vencida, tornando essencial o apoio ocidental contínuo à Ucrânia, disse ele.

Publicidade

Scholz, no entanto, não abordou as demandas ucranianas para a entrega de mais armas pesadas a Kiev, apesar dos pedidos do ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, em Davos na quarta-feira.

Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações