Pai de refém do Hamas morre horas antes de resgate do filho da Faixa de Gaza

Yossi Meir foi encontrado inconsciente em sua casa por oficiais do Exército israelense, que estavam lá para anunciar o resgate de seu filho

9 jun 2024 - 12h11
(atualizado às 23h46)
Fumaça em Gaza vista do sul de Israel
Fumaça em Gaza vista do sul de Israel
Foto: Reuters

O pai de Almog Meir Jan, de 21 anos, que foi um dos quatro reféns resgatados da Faixa de Gaza neste sábado, 8, morreu horas antes de libertação do filho pelo grupo extremista Hamas. As informações são do serviço de emergência de Israel. Yossi Meir, de 57 anos, estava doente e vivia sozinho na cidade israelense Kfar Saba. 

De acordo com o jornal Times of Israel, Yossi Meir teria sido encontrado inconsciente em sua casa por oficiais do Exército israelense, que estavam lá para anunciar o resgate de seu filho.

Publicidade

"Todos estavam preocupados com Yossi, mas ele não conseguia se comunicar com ninguém. Ele amava muito Almog, cuidava muito dele, queria saber o que estava acontecendo com ele e o que estava passando. Ele não aguentou, cada [potencial acordo de reféns] que explodiu na cara dele partiu seu coração. Estamos arrasados", disse a irmã dele, Dina.

Ainda segundo Dina, Yossi ficou isolado e perdeu 20 quilos desde o sequestro do filho. Ele morreu antes de saber que o filho havia sido resgatado e estava retornando para casa.

Após ser libertado, Almog foi informado sobre o falecimento de seu pai. Yossi Jan será sepultado ainda neste domingo, 9.

Fonte: Redação Terra
Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se