Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

O que se sabe sobre ataque a tiros na Dinamarca que deixou mortos e feridos em shopping

Segundo a polícia, não é descartada a possibilidade de que tenha se tratado de um ato de terrorismo.

3 jul 2022 - 18h16
(atualizado em 4/7/2022 às 15h17)
Compartilhar
Shopping em Copenhagen foi alvo de ataque neste domingo
Shopping em Copenhagen foi alvo de ataque neste domingo
Foto: Reuters / BBC News Brasil

*Texto atualizado às 10h40 de segunda (4/7)

Um ataque a tiros em um shopping de Copenhagen, na Dinamarca, deixou três mortos e quatro feridos no domingo (03/07). Um homem de 22 anos foi preso e acusado de homicídio.

Publicidade

A polícia local divulgou que o homem tem problemas de saúde mental e que não há nenhum indício de que o ataque esteja ligado a terrorismo ou seja motivado por questões de gênero.

O suspeito do ataque estava com um fuzil e munições quando foi preso, segundo a polícia. Nesta segunda (4/7), ele passou por uma audiência com a Justiça e agora enfrenta acusação de homicídio.

mapa
Foto: BBC News Brasil

Na segunda, o chefe de polícia de Copenhagen, Soeren Thomassen, disse à imprensa que o autor do ataque é um homem branco, "etnicamente dinamarquês", e que agiu sozinho.

Dos quatro feridos, dois são dinamarqueses e dois são suecos. Um dos feridos está em condição considerada grave.

Publicidade
O atirador estava com um fuzil quando foi preso pela policia
Foto: Mahdi al Wazni / BBC News Brasil

A polícia informou que foi chamada para atender a ocorrência no shopping Field's no fim da tarde do domingo.

O Field's é um centro de compras com vários andares com lojas, estacionamentos e restaurantes. É um local onde famílias se reúnem para fazer compras ou se alimentar.

Uma mulher que testemunhou o ataque disse à emissora dinamarquesa DR que ouviu 10 tiros. "Corremos o máximo que pudemos para nos refugiar no banheiro", disse, segundo informações da AFP. Ela afirmou que permaneceu escondida por duas horas.

Chefe de polícia de Copenhagen, Soeren Thomassen disse que há vários feridos e mortos após ataque
Foto: Reuters / BBC News Brasil

Uma outra mulher que também estava no shopping disse que mais de 100 pessoas correram em direção à saída do centro de compras quando os tiros começaram a ser disparados.

Publicidade

Ela contou à TV2 que viu muitas pessoas correndo e então ouviu um barulho muito forte e também correu.

Principal hospital de Copenhagen, o Rigshospitalet informou à Reuters, por meio de um porta-voz, que recebeu um "pequeno grupo de pacientes" para tratamento. O representante da unidade de saúde informou que foram chamados mais funcionários para atendimentos, incluindo cirurgiões e enfermeiros.

Polícia informou que foi chamada para atender a ocorrência no fim da tarde de domingo
Foto: Reuters / BBC News Brasil

Show cancelado

Nesta noite, o cantor Harry Styles faria um show a pouco menos de um quilômetro e meio do shopping. A apresentação foi cancelada por motivos de segurança e as cerca de 17 mil pessoas que aguardavam o evento em uma arena foram orientadas a seguir para o transporte público.

Em sua conta no Twitter, Styles lamentou o ataque e disse que ficou com o "coração partido".

Publicidade

"Estou devastado pelas vítimas, suas famílias e todos os feridos. Lamento não podermos ficar juntos. Por favor, cuidem uns dos outros", escreveu o artista.

- Este texto foi originalmente publicado em https://www.bbc.com/portuguese/internacional-62031852

BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações