Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Jovem que esfaqueou deputado conservador responderá por homicídio

Ali Harbi Ali terá agravante de 'preparação de ato terrorista'

21 out 2021 09h53
| atualizado às 09h59
Compartilhar

O britânico Ali Harbi Ali, 25 anos, que assassinou a facadas o parlamentar conservador David Amess no dia 15 de outubro responderá formalmente por homicídio com agravante de preparação de ato terrorista, informou a polícia nesta quinta-feira (21).

Amess foi assassinado enquanto prestava contas para seus eleitores em uma igreja
Foto: EPA / Ansa - Brasil

O procedimento penal foi iniciado no Crown Prosecution Service, que pontuou que as acusações têm base em toda a investigação feita pela Scotland Yard.

Publicidade

"Nós vamos submeter à corte que esse assassinato tem uma conexão terrorista, incluindo motivações por religião e ideologia", afirmou um dos acusadores, Nick Price.

Harbi Ali foi preso local após o crime, que ocorreu dentro de uma igreja britânica onde Amess prestava conta de seu mandato com eleitores. A polícia chegou a fazer buscas em outras duas casas de Londres, mas ninguém além do jovem foi preso pelo crime.

O autor do crime é britânico, mas é filho de um ex-conselheiro do governo da Somália. Não há explicações formais sobre o que o levou a assassinar Amess - e não ter ferido mais ninguém no local do crime, como normalmente ocorre em ataques terroristas feitos por "lobos solitários". .
   

  
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações