MG: advogado é morto a tiros em frente ao Fórum de Ibirité

Vítima foi identificada como Pedro Cassimiro Queiroz Mendonça; OAB lamentou o crime

27 mai 2024 - 22h41
(atualizado às 23h52)
 Pedro Cassimiro Queiroz Mendonça, de 40 anos, foi morto com mais de 23 tiros nesta segunda-feira, 27, em Minas Gerais.
Pedro Cassimiro Queiroz Mendonça, de 40 anos, foi morto com mais de 23 tiros nesta segunda-feira, 27, em Minas Gerais.
Foto: Reprodução/Redes sociais

Pedro Cassimiro Queiroz Mendonça, de 40 anos, foi morto com mais de 23 tiros nesta segunda-feira, 27, em Minas Gerais. A Polícia Civil está investigando o caso. Até o momento, ninguém foi preso. 

O caso aconteceu de manhã, em frente ao Fórum de Ibirité, segundo informações da CNN. A Polícia Civil enviou uma equipe ao local para coleta de vestígios e iniciar as investigações.

Publicidade

Em nota, a Ordem dos Advogados - Subseção de Ibirité (OAB) lamentou a morte e afirmou que está acompanhando o caso e prestando apoio aos familiares. 

“Advocacia de Ibirité está em luto em razão do assassinato de nosso colega advogado criminalista, Dr. Pedro Cassimiro Queiroz Mendonça. [...] Que Deus o acolha e conforte seus amigos e familiares”, escreveram. 

Já Sérgio Leonardo, presidente da OAB-MG, usou as redes sociais para expressar sua indignação pelo caso e disse que Pedro foi ‘executado à luz do dia’.

“Mais um advogado brutalmente assassinado em Minas Gerais. A OAB-MG repudia veemente mais um ataque à advocacia. As investigações preliminares indicam que tudo decorreu de sua atuação profissional como advogado há mais de 18 anos. O advogado foi literalmente executado, à luz do dia. Isso nos causa indignação e revolta. [...] Nós não podemos ser calados, não podemos ser mortos pelo exercício da profissão", disse. 

Publicidade

Este é o segundo ataque este mês no Estado. Na semana passada, o ex-delegado e advogado Hudson Maldonado foi esfaqueado e queimado vivo em Sete Lagoas.

Fonte: Redação Terra
Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se