Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Duas crianças de até 5 anos morrem de covid por dia no Brasil

Nos dois primeiros anos da pandemia no País, o coronavírus vitimou 1.439 pequenos desta faixa etária; em 2022, foram 291 mortes

27 jun 2022 - 23h01
(atualizado em 28/6/2022 às 07h54)
Compartilhar
2 crianças de até 5 anos morrem por covid no Brasil Crianças até cinco anos ainda não estão autorizadas a tomar a vacina contra a covid-19 no Brasil
2 crianças de até 5 anos morrem por covid no Brasil Crianças até cinco anos ainda não estão autorizadas a tomar a vacina contra a covid-19 no Brasil
Foto: Tiago Queiroz / Estadão

Desde o início da pandemia, em março de 2020, em média duas crianças menores de 5 anos morreram a cada dia no Brasil vítimas de covid-19, indica pesquisa divulgada nesta segunda-feira, 27, pelo Observa Infância, projeto ligado ao Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Essa faixa etária ainda não está autorizada a tomar vacina contra a doença.

Em 2020, 599 crianças nessa faixa etária morreram vítimas de covid-19. Em 2021, quando a letalidade da doença aumentou em toda a população, o número de vítimas infantis saltou para 840. Ao todo, 1.439 crianças de até 5 anos morreram por covid-19 nos dois primeiros anos da pandemia no Brasil. A região Nordeste concentra quase metade desses óbitos.

Publicidade

Os dados de 2020 e 2021, analisados pelos coordenadores do Observa Infância Cristiano Boccolini e Patricia Boccolini, foram coletados no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), cujos números passaram por revisão do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais e municipais de Saúde. Dados preliminares divulgados pelo Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde indicam que a média de 2 mortes diárias se mantém este ano. Entre 1º de janeiro e 13 de junho de 2022, o Brasil registrou 291 mortes de crianças menores de 5 anos por covid-19.

A análise dos dois primeiros anos da pandemia no Brasil mostra que crianças de 29 dias a 1 ano de vida são as mais vulneráveis. "Bebês nessa faixa etária respondem por quase metade dos óbitos registrados entre crianças menores de 5 anos. É preciso celeridade para levar a proteção das vacinas a bebês e crianças, especialmente de 6 meses a 3 anos. A cada dia que passamos sem vacina contra covid-19 para menores de 5 anos, o Brasil perde 2 crianças", afirma Patricia.

Segundo Boccolini, os dados se referem a óbitos infantis em que a covid-19 foi registrada como causa básica e àqueles em que a covid-19 é uma das causas da morte, ou seja, a doença agravou alguma condição de risco preexistente ou esteve associada à causa principal de óbito. "Na análise do Observa Infância consideramos também as mortes em que a covid-19 agravou um quadro preexistente. Embora nem todas essas crianças tenham morrido de covid-19, todas morreram com covid-19", esclarece o pesquisador.

Nem todos os países registram os óbitos por covid-19 com informações por faixa etária. Até junho de 2022, dados coletados pelo Unicef em 91 países mostram que a covid-19 foi a causa básica de óbito de 5.376 crianças menores de 5 anos no mundo. Ajustados os dados comparativos, o Brasil responde por mais de 20% dessas mortes.

Publicidade
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações