Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Trident vira Prident no mês do Orgulho LGBTQIAP+

Nas ações planejadas pela marca também está a parceria com a ONG Casa Chama em prol da população trans e investimento em projetos culturais

17 jun 2022 - 08h00
(atualizado às 10h41)
Compartilhar
Foto: Pedro Rocha

Pelo segundo ano seguido, Trident é um dos destaques do mês do Orgulho, investindo em trabalho social, apoio à cultura e diálogo direto com o público LGBTQIAP+. O orgulho da diversidade é um dos motes da marca durante todo o ano, e celebrando este momento, seu nome passa a ser “Prident”, inspirado na palavra “pride”, que significa orgulho em inglês. A ação é acompanhada do mote “Vamos usar nossas cores, para apoiar todas as cores”. O nome aparece em toda presença da marca, nas redes sociais e nas campanhas, até o final de junho.

No entanto, o comprometimento com a causa LGBTQIAP+ já se tornou um valor definitivo de Trident. Além de abraçar a causa no próprio nome, em 2022 a marca firmou uma parceria com a Casa Chama, ONG voltada para a população trans. O trabalho com a Casa Chama busca trazer mais qualidade de vida e acesso às políticas públicas e afirmativas para pessoas trans. “Quando criamos a Chama, estávamos preocupadas com o que seria do Brasil sem apoio para populações marginalizadas. Sou uma feminista que acredita que temos que contemplar todos os corpos, especialmente os mais vulneráveis”, explica Alyne Azuma, co-fundadora da Casa Chama. Em 2019, a ONG foi responsável por 344 ações nas áreas de formação, atendimentos de saúde, projetos culturais e assistência jurídica. Fundada por pessoas transvestigêneres (termo que une as palavras travesti, transsexual e transgênero), a Casa Chama possui frentes psicossocial, jurídica, cultural e de autonomia financeira. 

Publicidade

Na área da cultura, quem conferir as ações da ONG apoiada por Trident poderá conhecer mais o trabalho de artistas como Vulcanica Pokaropa, Manauara Clandestina, Jonas Van, Irmãs Brasil e Bruna Kury. A marca vai expor o trabalho destes seis artistas no dia 19 de junho em quatro relógios da Avenida Paulista, em São Paulo. Também entre os dias 15 e 22 de junho as obras serão expostas nas redes sociais de Trident e no mobiliário urbano, incluindo totens nas estações de metrô da cidade.

Vulcanica é Doutoranda em Artes pela UNESP, produtora da série documental "Desaquenda" que faz parte do acervo do MAM São Paulo e do MAC Paraná e integra a Cia Fundo Mundo de circo formado exclusivamente por pessoas trans. A artista trará obras visuais multidisciplinares, que passeiam pela pintura, vídeo e escultura. Também com uma obra criada em múltiplas plataformas, Manauara Clandestina questiona narrativas sociais sobre corpos travestis e cria novos diálogos sobre corpos dissidentes. Em 2019, a artista, de família amazônica, criou um arquivo ao presenciar o número crescente de mortes que denunciam o genocídio da população trans, especialmente preta. Esta obra, Por Enquanto 35, esteve na exposição "Composições para Tempos Insurgentes", do MAM Rio e foi construída pelo trânsito da artista por São Paulo, Londres, Barcelona, Rio de Janeiro, Manaus, Salvador e São Luís do Maranhão.

Seguindo com ações de fomento à cultura LGBTQIAP+, Trident patrocina a exposição “Trans_Borda – O olhar opositivo na arte” e promove um debate nas redes sociais por meio de influenciadores como Gil do Vigor, Pepita, Lia Clark, Assucena e Ventura Profana.

O evento será comandado por artistas trans que residem na cidade de São Paulo e as obras poderão ser vistas pelo público entre os dias 3 e 30 de setembro, no IAB-SP, Instituto de Arquitetos do Brasil. 

Publicidade

 

Conteúdos Digitais

Para manter o diálogo com o público atual e levantar questões importantes de gênero, binariedade e políticas sociais, Trident convidou artistas de diversas vertentes para criarem conteúdos especiais nas redes sociais. A ação conta com Nick Cruz, novo destaque do pop brasileiro, o casal Carolixas - o ator Gabriel Lodi e Miguel Pasqueletto, e os influenciadores Gil do Vigor, Pepita, Lia Clark, Assucena, Ventura Profana e Caio Revela. Todos criarão conteúdos especiais nas redes sociais com o apoio da Trident.

Em 2021, Trident também esteve presente na Parada do Orgulho LGBT+, que aconteceu virtualmente, e em todas as ações voltadas para o mês do Orgulho. Na época, a marca apoiou a ONG Casa Florescer, que auxiliou na reforma de um centro que acolhe mulheres trans e implantou a primeira unidade de acolhimento a homens trans.

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações