Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

De volta ao Vasco, Zé Ricardo reencontra Nenê depois da parceria de sucesso na temporada 2017

Na primeira passagem do comandante pelo Cruz-Maltino, o jogador foi uma peça importante na campanha que levou o clube à Copa Libertadores, no ano seguinte

6 dez 2021 09h05
| atualizado às 11h13
Compartilhar

Ao retornar ao Vasco, o técnico Zé Ricardo terá um reencontro especial na próxima temporada. Ele terá a oportunidade de novamente ter em seu elenco o meia Nenê. Em 2017, na primeira passagem do comandante pelo time profissional do Cruz-Maltino, o experiente jogador foi uma peça importante na campanha que levou o clube à participação na Copa Libertadores, no ano seguinte.

Zé Ricardo assume o Vasco para a próxima temporada e reencontra o meia Nene (Montagem LANCE!)
Foto: Lance!

Contudo, a realidade atual é bem diferente, e o Vasco passa pelo pior momento esportivo de sua história. Com uma campanha pífia em 2021, o clube terá que disputar a Série B pelo segundo ano seguido. Caberá ao treinador analisar os erros que foram cometidos pelo clube no passado e ajudar na reestruturação do departamento de futebol.

Publicidade

Em campo, o elenco passará por mudanças significativas com a saída de vários jogadores e a chegada de outros. Todavia, o camisa 77 tem contrato até o fim de 2022 e garantiu que permanecerá enquanto o clube não voltar à elite do futebol brasileiro. Desde sua chegada, o meia contribuiu para uma curta reação da equipe, mas logo os problemas defensivos e na montagem do elenco trouxeram o Vasco de volta à estaca zero.

Identificado com o clube e a torcida, Nenê assumiu o papel de protagonista em 2021, trouxe ao time qualidade de passe, e nas bolas paradas. Apesar da idade, o atleta provou que pode ser importante ao clube ainda mais agora com um velho conhecido à beira do campo, no comando técnico.

Ao chegar ao clube em 2017, Zé Ricardo deixou claro que contaria com Nenê como uma das principais figuras daquele elenco. Na época, o meia chegou a ocupar a reserva do time sob o comando de Milton Mendes. Em baixa e com a equipe perto da zona de rebaixamento, ele cresceu com a chegada do treinador e ajudou o time a dar a volta por cima com a vaga na competição sul-americana (sétima colocação no Brasileirão).

No início de 2018, o técnico perdeu atletas importantes de seu elenco como Anderson Martins, Madson e Mateus Vital. Além deles, Nenê também deixou o clube nesta época rumo ao São Paulo. Uma perda importante, que fez o comandante lamentar apesar de entender os problemas financeiros do Gigante da Colina.

Publicidade

Na Libertadores, o time teve facilidade contra o Universidad de Concepción, mas sofreu na vitória, nos pênaltis, sobre o Jorge Wilstermann, com destaque para o goleiro uruguaio Martín Silva. Na fase de grupos, a equipe não conseguiu avançar e ficou com a terceira colocação em um grupo composto por além dos cariocas: Cruzeiro, Racing, da Argentina, e Universidad de Chile.

Eliminado com uma rodada de antecedência e com uma sonora goleada para o Cruzeiro em São Januário, Zé Ricardo pediu demissão e deixou o clube em junho de 2018. Ele somou 50 jogos, sendo 22 vitórias, 13 empates e 15 derrotas; 79 pontos em 150 disputados (aproveitamento de 52,7%.). Dessa forma, Zé Ricardo e Nenê escreverão um novo capítulo de suas carreiras e o torcedor vascaíno torce para que a parceria seja bem-sucedida como foi em 2017.

Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações