Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Conselheiros obtêm assinaturas para Jorge Salgado dar explicações sobre desempenho do Vasco no futebol

Grupo liderado por Julio Brant superou o número de signatários necessários para que o Conselho Deliberativo cruz-maltino paute a convocação do presidente do clube

6 dez 2021 17h05
| atualizado às 17h05
Compartilhar
Jorge Salgado e Julio Brant são dois dos principais nomes da política do Vasco (Montagem LANCE!)
Foto: Lance!

O péssimo desempenho do Vasco na Série B do Campeonato Brasileiro segue pressionando a gestão comandada por Jorge Salgado. Diferentes grupos de sócios e torcedores não sócios já se manifestaram, e desta vez foi a oposição interna quem se mobilizou. A chapa Sempre Vasco conseguiu recolher as 60 assinaturas necessárias para que o presidente do clube dê explicações numa reunião extraordinária no Conselho Deliberativo.

Na verdade, foram 65 pessoas que assinaram a convocação. Além dos conselheiros eleitos, o grupo encabeçado por Julio Brant conseguiu assinaturas de natos (beneméritos ou grande beneméritos). Desta forma, cabe ao presidente do Deliberativo, Carlos Fonseca, pautar a carta em reunião na casa.

Publicidade

Tal convocação considera quatro pontos. Confira abaixo:

"1 - Os motivos que levaram o Vasco, apesar de ter a maior folha salarial da Série B, não conseguir o acesso para a Série A, pela primeira vez na sua história;

2 - O não cumprimento da promessa de um "futebol forte e vencedor" registrado na sua Declaração de Compromissos;

3 - O porquê do planejamento do futebol, realizado posteriormente ao rebaixamento e de forma centralizada pela presidência, desrespeitando promessa de companha, não fez o time figurar em nenhuma rodada no G4 do campeonato brasileiro da Série B;

Publicidade

4 - Razões da não efetivação do projeto profissionalização em todas as áreas do Clube."

Jorge Salgado está sob pressão (Foto: Convocação Vasco / Reprodução)
Foto: Lance!
Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações