Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Djokovic ganha duas vezes, Sérvia supera Casaquistão e vai à semifinal da Davis

Por vaga na decisão, os sérvios agora têm a Croácia pela frente, na sexta-feira

1 dez 2021 21h39
Compartilhar

Novak Djokovic salvou a Sérvia de uma eliminação vexatória diante do Casaquistão nas quartas de final da Copa Davis. O número 1 do mundo ganhou seus jogos no individual e nas duplas para garantir a virada por 2 a 1 na série em Madri, na Espanha. Por vaga na final, a Sérvia terá a Croácia pela frente, na sexta-feira.

A atual edição da Copa Davis devia ter sido disputada em 2020, mas a pandemia de covid-19 adiou a disputa para 2021, por isso os jogos de um dia só e com apenas três partidas. Antigamente eram três dias de disputas e cinco jogos.

Publicidade

A classificação dos sérvios veio apenas no terceiro set do jogo de duplas. Ao lado de Nikola Cacic, Djokovic começou com tudo a decisão diante de Andrey Golubev e Aleksandr Nedovyesov, fechando o primeiro set em 6/2. Os tenistas casaques reagiram e devolveram o placar na segunda parcial.

A definição, então, foi para o tie-break. Os sérvios conseguiram a quebra na quinta parcial e levaram a vantagem até 5 a 3. Pressionando o serviço rival, desperdiçaram dois match points. Fecharam na terceira chance, com 6/2, 2/6 e 6/3 e 2 a 1 na melhor de três.

Djokovic jogou sob pressão o tempo todo. No primeiro jogo do dia, uma batalha de 3h18 na qual Miomir Kecmanovic desperdiçou grandes chances de ganhar e acabou pressionando seu país. O sérvio 69° do mundo chegou a abrir 5 a 2 no terceiro set sobre Mikhail Kukushkin, com o saque, e não fechou. Ele teve quatro match points e desperdiçou. Acabou caindo por 13 a 11 no tie-break do terceiro set.

Kukushkin deixou o Casaquistão animado com o triunfo por 7/6 (7/5), 4/6 e 7/6 (13/11). Mas sabia que o país não teria muita chance no segundo jogo, com Alexander Bublic diante de Djokovic. E realmente não teve, com o líder do ranking fechando sem sustos por 6/3 e 6/4.

Publicidade

O número 1 do mundo ganhou na partida de simples sem sustos e batalhou muito nas duplas para deixar o país vivo na busca pela terceira conquista da Copa Davis. A Sérvia terá pela frente os algozes da Itália, e tentará voltar à final pela segunda vez em três edições - foi a vencedora de 2018. A última campeã foi a Espanha, em 2019, sobre o Canadá.

Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações