Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

São Paulo pode ter formação de ataque sem argentinos após mais de um mês

21 out 2021 08h14
| atualizado às 08h14
Compartilhar

Para a próxima partida, contra o Red Bull Bragantino, o São Paulo pode ter o desfalque do atacante Jonathan Calleri. O argentino foi diagnosticado com um edema na coxa direita e virou dúvida para o confronto.

Além de Calleri, o também argentino Emiliano Rigoni se recupera de lesão muscular e está fora do jogo diante do Massa Bruta. Nesse cenário, o técnico Rogério Ceni deve escalar Pablo ao lado de Luciano, o que representa a primeira formação de ataque do Tricolor sem argentinos em mais de um mês.

Publicidade

A última vez em que o São Paulo entrou em campo apenas com atacantes brasileiros foi no dia 12 de setembro, contra o Fluminense, quando justamente Pablo e Luciano formaram o setor ofensivo. Na ocasião, a equipe do Morumbi foi derrotada por 2 a 1, com gols de Nino e Luiz Henrique para os cariocas e Reinaldo para os paulistas.

A partir daí, o Tricolor engatou uma sequência de nove embates escalando ao menos um atacante do país-vizinho entre os titulares. Nesse recorte, a presença argentina foi representada exclusivamente por Rigoni em cinco partidas (contra Fortaleza, Atlético-GO, América-MG, Atlético-MG e Chapecoense) e por Calleri em duas (Ceará e Corinthians). A dupla ainda atuou junta em outros dois duelos (Santos e Cuiabá).

Contratado em maio, Rigoni já disputou 29 partidas pelo São Paulo e marcou 11 gols. Calleri, por sua vez, chegou no final de agosto e participou de oito jogos, com três gols marcados.

Quanto aos brasileiros, Luciano, que fez 21 gols na temporada passada, tem sofrido com lesões neste ano e possui apenas sete bolas na rede. Já Pablo é o artilheiro do time na atual campanha, com 13 gols, mas não marca desde agosto.

Publicidade
Show Player
Gazeta Esportiva
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações