Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Bustos lamenta chances perdidas pelo Santos, mas valoriza empate na Venezuela

30 jun 2022 - 01h54
Compartilhar

O Santos empatou por 1 a 1 com o Deportivo Táchira-VEN, fora de casa, na noite desta quarta-feira, pelo jogo de ida das oitavas de final da Sul-Americana. O Peixe saiu atrás no placar, com um gol contra de Zanocelo, mas Angulo deixou tudo igual já na reta final do segundo tempo.

Em entrevista coletiva, o técnico Fabián Bustos lamentou a falta de tranquilidade do ataque alvinegro na hora de finalizar as jogadas, mas valorizou a igualdade. O comandante não pôde contar com dez jogadores para este compromisso e, por isso, mandou um time alternativo a campo.

Publicidade

"Viemos buscar um bom resultado. Acreditamos que podíamos, sempre respeitando o Táchira, que estava mais descansado, pois não jogavam há 11 dias. Nós viemos de um jogo sábado, tínhamos três suspensos e alguns com dificuldades físicas. É justo a gente ter pontuado. O rival marcou por um erro nosso, um gol contra. O jogo estava parelho", disse.

"No segundo tempo fomos buscar, tínhamos que mudar o rumo da partida. Criamos muitas situações, com possibilidades pelas pontas, mas demoramos para acertar e deixar o lance claro, como foi quando o Sánchez deixou para o Angulo. Por sorte, conquistamos um bom resultado. Agora as condições vão ser diferentes pois vamos jogar em casa", completou.

Com o resultado, o Peixe precisa apenas de uma vitória na partida de volta para avançar às quartas. Mais uma igualdade leva a decisão aos pênaltis. O embate está marcado para o dia 6 de julho, às 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro.

Antes disso, porém, o Santos volta as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time recebe o Flamengo, às 19 horas, pela 15ª rodada do torneio.

Publicidade
Show Player
Gazeta Esportiva
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações