Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Weverton relembra frustração do Palmeiras no último Mundial e de possível final contra o Chelsea

Goleiro bicampeão da América também pediu atenção da equipe na semifinal da competição, que será disputada em fevereiro

30 dez 2021 16h58
| atualizado às 16h58
Compartilhar

Destaque do Palmeiras na conquista do bicampeonato consecutivo da Libertadores da América em 2021, Weverton já está de olho na disputa do Mundial de Clubes, que está prevista para fevereiro do ano que vem.

Weverton tem duas Libertadores como goleiro do Palmeiras (Foto: Juan Mabromata / AFP)
Weverton tem duas Libertadores como goleiro do Palmeiras (Foto: Juan Mabromata / AFP)
Foto: Lance!

Publicidade

Em entrevista concedida ao site oficial da FIFA, o camisa 21 do Verdão projetou a possível disputa da decisão da competição contra o Chelsea, atual campeão da Liga dos Campeões da Europa.

- O Chelsea é uma excelente equipe. Eles não se tornaram campeões da Europa à toa. Venceram um excelente time do Manchester City na final. Eles têm ótimos jogadores. O Thiago Silva, meu amigo, continua jogando com um excelente padrão. Lukaku é muito imponente, um grande atacante. Mendy é um dos melhores goleiros do futebol mundial. O Chelsea é muito completo e está em grande forma - comentou, destacando a importância de manter o foco na semifinal.

- Mas temos mais um passo para chegar à final da Copa do Mundo de Clubes. Sabemos que não podemos considerar como certa uma vaga na final. Vimos isso no ano passado e outras grandes equipes viram isso antes de nós. O padrão das equipes melhorou muito - completou.

Questionado sobre a eliminação na semifinal do último Mundial de Clubes diante do Tigres, do México, Weverton relembrou a frustração, mas prometeu a redenção do Palmeiras.

Publicidade

- Não era a campanha que queríamos ou esperávamos. No entanto, não tivemos tempo de nos prepararmos ou nos adaptarmos ao fuso horário e clima do país. As equipes geralmente têm 15, 20 dias para se adaptar. Se não me engano, jogamos a final [da Libertadores] no sábado, jogamos o Brasileiro na terça e fizemos nosso primeiro jogo pelo Mundial já no domingo. É tão difícil ir para o outro lado do mundo e se adaptar a tudo naquela época. Mas aprendemos muito com isso. Às vezes, as derrotas nos ensinam ainda mais. Posso prometer que seria muito diferente da primeira vez - finalizou.

Mesmo de férias, os jogadores do Verdão seguem focados para a disputa em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações