Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Perto do fechamento da janela europeia, Palmeiras se mantém firme nas negativas por Giovani

Período de transferências para as principais ligas do Velho Continente termina no início da próxima semana e postura do Verdão permanece a de rechaçar ofertas pela joia da base

29 jan 2022 07h21
| atualizado às 08h27
Compartilhar

O Palmeiras fechou seu ciclo de contratações antes do Mundial de Clubes, mas tem sentido o assédio europeu em suas jovens promessas, principalmente em cima de Giovani, campeão da Copinha-2022 pelo Verdão. Com o prazo para transferências se encerrando no Velho Continente, os dirigentes palmeirenses seguem irredutíveis nas negativas para as ofertas do Ajax, da Holanda.

Giovani tem sido alvo do interesse do Ajax, mas Palmeiras não quer vendê-lo (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)
Giovani tem sido alvo do interesse do Ajax, mas Palmeiras não quer vendê-lo (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)
Foto: Lance!

TABELA

Publicidade

GALERIA

Segundo apurou o LANCE!, a primeira e única oferta feita pela clube holandês foi de 12 milhões de euros (R$ 71,8 milhões), que foi prontamente recusada por Leila Pereira. Até o momento, nenhuma outra proposta foi colocada na mesa, apenas sinalizações de que poderia haver um aumento nos valores. A expectativa é que isso, de fato, possa acontecer nos próximos dias.

O Ajax tem pressa para resolver essa contratação, já que a janela para transferências fecha no dia 31 de janeiro, ou seja, na próxima segunda-feira. Caso não tenha futuro na busca por Giovani, os holandeses precisarão buscar um novo alvo. Nesse caso, o pensamento palmeirense é de que dificilmente a nova proposta atingiria o patamar aceitável para definir essa venda.

Como tem reiterado ao mercado, o Palmeiras diz que apenas negociará Giovani mediante o pagamento de sua multa, no valor de 60 milhões de euros (R$ 359,1 milhões). A pedida, na realidade, é muito difícil de ser acatada, mas é uma forma de o clube bater o pé para garantir que sua promessa não saia por um valor muito abaixo do potencial que ele tem para desenvolver em breve.

Publicidade

A intenção é que Giovani fique mais algum tempo no Verdão, ganhe chances de forma gradativa com Abel Ferreira e nas próximas janelas possa se valorizar ainda mais, se aproximando daquele valor que seu potencial tende a atingir. Com apenas 18 anos, ele acabou de renovar seu contrato até dezembro de 2026. Em 2021, ele fez 14 jogos pela equipe principal e marcou um gol.

Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações