Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Jogador do Palmeiras é ameaçado e tem carro danificado ao chegar no CT

O Palmeiras garantiu que tomará "todas as providências jurídicas e criminais para que os infratores sejam identificados"

17 mai 2022 13h08
| atualizado às 13h17
Compartilhar

Na manhã desta terça-feira, Jorge foi vítima de uma ameaça por duas pessoas ao chegar na Academia de Futebol. Além dos ataques verbais, o vidro do carro do lateral do Palmeiras foi danificado.

O Palmeiras se pronunciou oficialmente a respeito do episódio acontecido nesta terça. O clube garantiu que tomará "todas as providências jurídicas e criminais para que os infratores sejam identificados e punidos com o rigor da lei". O comunicado é assinado pela presidente Leila Pereira.

Publicidade

Na nota divulgada pelo Verdão, a mandatária ainda lamenta que os casos de agressão no futebol brasileiro sejam corriqueiros. Por fim, destaca: "Quando um dos nossos é agredido, todos também somos".

Jorge sofreu ato de violência quando estava indo ao CT do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Jorge sofreu ato de violência quando estava indo ao CT do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Foto: Lance!

O Palmeiras treinou na manhã desta terça na Academia de Futebol, preparando-se para a partida desta quarta, contra o Emelec-EQU, no Allianz Parque, às 19h (horário de Brasília) pela Libertadores. Com a lesão na coxa direita de Piquerez, Jorge vem sendo utilizado como titular por Abel Ferreira.

Confira o comunicado do Palmeiras na íntegra:

O lateral-esquerdo Jorge foi vítima, na manhã desta terça-feira (17), de um inaceitável episódio de violência praticado por dois indivíduos nas cercanias da Academia de Futebol. O jogador teve o vidro do carro danificado e sofreu ameaças verbais.

A Sociedade Esportiva Palmeiras repudia veementemente este ataque covarde contra o nosso atleta e tomará todas as providências jurídicas e criminais para que os infratores sejam identificados e punidos com o rigor da lei.

Publicidade

Sabemos que este ato não representa a torcida palmeirense. É inadmissível, contudo, que casos de agressão tenham se tornado rotina no futebol brasileiro nos últimos tempos.

A violência não pode ser normalizada; ao contrário, precisa ser combatida com a união de todos os envolvidos no ambiente esportivo.

Somos uma família: a Família Palmeiras! Quando um dos nossos é agredido, todos também somos!

Show Player
Gazeta Esportiva
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações