Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

João Martins destaca evolução defensiva do Palmeiras durante série de vitórias

Nos últimos oito jogos, os únicos gols sofridos pelos palmeirenses foram de pênalti

24 jul 2021 23h53
| atualizado às 23h53
Compartilhar

A série de vitórias do Palmeiras, ampliada para nove neste sábado com o triunfo por 1 a 0 sobre o Fluminense, foi construída em um momento no qual o time tem demonstrado bastante solidez defensiva, tanto que o auxiliar João Martins fez questão de destacar a evolução do setor. Após ficar no banco de reservas no lugar de Abel Ferreira, suspenso, o auxiliar lembrou que os únicos gols sofridos pelo time nos últimos oito jogos foram de pênalti.

O jogo que abriu a sequência positiva do Palmeiras foi a vitória por 3 a 2 sobre o Bahia. A partir daí, apenas as penalidades fizeram a bola tocar a rede palmeirense, tanto nos 2 a 1 contra o Internacional quanto nos 3 a 2 sobre o Santos. Com o resultado deste final de semana, a equipe chegou ao quarto jogo sem sofrer gols.

Publicidade

"Hoje criamos oportunidades para matar o jogo e defendemos bem. Também é preciso defender bem. Desde o Internacional fora que só sofremos três gols, todos de pênalti. Quando não sofremos gols estamos muito mais próximos de ganhar. Temos o melhor ataque, que também ajuda, mas queremos ter também a melhor defesa", disse João Martins.

Com 12 gols sofridos e 25 marcados, o Palmeiras lidera o Brasileirão com 31 pontos, sem chance alguma de perder a posição nesta rodada. Antes de vencer o Fluminense, o time jogou a decisão das oitavas de final da Copa Libertadores, contra o Universidad Católica, em São Paulo, e venceu por 1 a 0. Para João Martins, a maneira como o time se saiu em meio à maratona de jogos é motivo para otimismo, mas não significa que não haverá dificuldades no caminho.

"Muitas vezes, com esse calendário que existe aqui no Brasil, não dá para ter os mesmos 11 jogadores em perfeito estado para poder jogar", avaliou. "É um momento em que estamos estáveis, seguros, confiantes. É claro que as vitórias trazem isso. No geral, estamos bem. Não significa que não possa acontecer um percalço, a única coisa que temos que garantir é este equilíbrio e continuar a evoluir no dia a dia", completou.

Contra o próprio Fluminense, a equipe paulista poderia muito bem ter saído sem a vitória, já que o adversário deu bastante trabalho. "Sabíamos que teria cansaço físico, influencia muitas vezes o desempenho técnico. Sabíamos que não íamos criar um volume tão grande, não por demérito nosso, mas porque o adversário não deixa", entafizou.

Publicidade

Agora com seis dias para descansar, o Palmeiras volta a campo apenas no próximo sábado, quando visita o São Paulo, no Morumbi, em jogo válido pela 14ª rodada do Brasileirão. O rival também será o adversário palmeirense nas quartas de final da Libertadores, marcadas para os dias 10 e 17 de agosto.

Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações