Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Após mais uma vitória do Palmeiras, Abel elogia desempenho de Zé Rafael e Felipe Melo

Treinador também falou sobre Dudu e pediu calma com ídolo do Verdão

19 jul 2021 07h34
Compartilhar

O Palmeiras derrotou o Atlético-GO em Goiânia neste domingo (18) e assegurou a liderança do Brasileirão por mais uma rodada. Zé Rafael e Felipe Melo foram titulares do time novamente e receberam elogios de Abel Ferreira na entrevista coletiva pós-jogo.

Felipe Melo e Zé Rafael comemoram com Breno Lopes a vitória do Palmeiras pelo Brasileirão (Foto: Cesar Greco)
Foto: Lance!

A respeito do camisa 8, o treinador repetiu falas anteriores e destacou o esforço do jogador com a camisa alviverde. Além disso, relembrou o período difícil passado pelo meia em sua carreira e explicou a importância dele para a equipe.

Publicidade

- O Zé Rafael é um exemplo! Tenho que tirar o chapéu pra ele. Quando cheguei, estava em uma forma excelente. Já disse que ele passou por um período muito difícil com a lesão no pé. Passou um período muito mal. As críticas foram muito duras, mas ele nunca desistiu. Renovou e houve quem questionasse. É guerreiro. Não podemos ter só tocadores de piano. Uma orquestra também tem jogadores que tocam bumbo - brincou com a analogia.

Já em relação a Felipe Melo, que vem sendo escalado na zaga, Abel citou que o camisa 30 também é peça importante para o elenco com o papel de liderança que exerce e vem tendo boas atuações, que o tem deixado ainda mais feliz com ele.

- Tem estado muito bem. A diretoria não disse que ele não iria continuar. A próxima diretoria vai decidir. Eu, enquanto treinador, estou muito contente com ele. Hoje, liderou a equipe e esteve muito bem É um líder. Tem que ser o primeiro a dar exemplo em profissionalismo e trabalho. Continuamos contando com ele e hoje, mais uma vez, grande exibição.

Ao final, também comentou sobre Dudu, que fez sua primeira partida como titular em seu retorno neste fim de semana. O comandante português pediu calma com o atacante e ressaltou a concorrência pela posição no setor.

Publicidade

- Precisamos de calma e tempo com Dudu. Ele também sabe que a concorrência nas posições é forte. Ele está com uma disponibilidade mental de ajudar e conquistar troféus coletivos. Os individuais ele já conquistou. É isso que queremos. Disponível para ajudar o grupo. Vindo com esse espírito, é mais um que vai nos ajudar - afirmou.

O Palmeiras, de Abel, volta a campo nesta quarta-feira (21) às 19h15 (horário oficial de Brasília) contra a Universidad Católica no Allianz Parque em busca da classificação para as quartas de final da Libertadores.

Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações