Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

RNF Yamaha apresenta primeira moto para disputa da MotoGP com pintura azul e preta

Com a presença dos pilotos Andrea Dovizioso e Darryn Binder, a RNF mostrou a moto de sua primeira temporada na MotoGP, em parceria com a Yamaha

24 jan 2022 13h23
| atualizado às 14h11
Compartilhar
Andrea Doviozioso e Darryn Binder, piloto da equipe, também estiveram presentes no evento
Andrea Doviozioso e Darryn Binder, piloto da equipe, também estiveram presentes no evento
Foto: RNF Yamaha / Grande Prêmio

BINDER FAZ LAMBANÇA NO ALGARVE E AMPLIA DEBATE POR IDA PRECOCE À MOTOGP | GP às 10

A RNF apresentou a primeira moto de sua história na MotoGP nesta segunda-feira (24). Em apresentação virtual, realizada na cidade de Verona, na Itália, a equipe mostrou a moto YZR-M1 da Yamaha, de quem é parceira, além da dupla de pilotos Andrea Dovizioso e o também estreante Darryn Binder. Com tons de preto e azul, mas diferentes do ano passado, mais escuros, a RNF mostrou sua nova cara para 2022.

Publicidade

Em reestruturação, a equipe malaia passará a se chamar RNF, após três anos correndo na MotoGP como SRT. Além disso, fechou um acordo de cinco anos com a Dorna, organizadora do certame, e a IRTA (Associação Internacional das Equipes de Corrida).

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

As novas cores da equipe para a MotoGP 2022 (Foto: RNF Yamaha)

Atual chefe da SRT, Razlan Razali seguirá no comando da estrutura, que vai para o terceiro nome no Mundial. Inicialmente, quanto estava apenas em Moto3 e Moto2, a equipe era chamada SIC, a sigla em inglês do circuito internacional de Sepang. Depois, com o salto para a MotoGP em 2019, veio a SRT, de Sepang Racing Team. Desta vez, o nome não foi explicado, mas sabe-se que tem um significado pessoal para Razali.

Publicidade

"Estamos nos reinventando. Com os pilotos que nos comprometemos para este ano, Andrea Dovizioso e Darryn Binder, o objetivo é ser competitivo e surpreender todo mundo alcançando nossas metas", disse Razlan Razali, dono da equipe.

"Para 2022, nosso objetivo é ficar na frente entre os times independentes, pelo menos. Queremos também o título de Novato do Ano, mas sabemos que será um grande desafio, ainda mais com cinco estreantes em 2022 e Darryn é o único que saltou direto da Moto3 para a MotoGP. E o Andrea tem muito a provar depois de seis meses sabáticos. Ele definitivamente que se provar, mostrar que está motivado para pilotar no Mundial", seguiu.

Em 2022, a equipe vai contar com o novato Darryn Binder, que saltou direto da Moto3 para a classe rainha do Mundial. O sul-africano chegou ao campeonato em 2015 e possui seis pódios no total, inclusive uma vitória na Moto3, no GP da Catalunha de 2020. Na RNF, vai correr ao lado do veterano Andrea Dovizioso, confirmado pelo time após estrear durante a temporada passada.

PROST É DEMITIDO DA ALPINE. E AGORA, ELE TEM LUGAR NA F1?

Publicidade
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações