Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Brasil bate os Estados Unidos de virada e se classifica no vôlei masculino nos Jogos Olímpicos

Seleção faz o seu melhor jogo em Tóquio para vencer os americanos por 3 sets a 1

30 jul 2021 01h54
| atualizado às 02h44
Compartilhar

Uma vitória para embalar e ganhar moral. A Seleção Brasileira derrotou os Estados Unidos por 3 sets a 1, de virada - parciais de 30-32, 25-23, 25-21, 25-20), na madrugada desta sexta-feira, pela quarta e penúltima rodada da fase classificatória do torneio de vôlei masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O resultado classificou matematicamente o time do técnico Renan Dal Zotto para as quartas de final do torneio.

Brasil venceu os Estados Unidos e garantiu a classificação (Foto: Divulgação/FIVB)
Foto: Lance!

O Brasil volta à quadra neste sábado, às 23h (horário de Brasília), para enfrentar a França. Ainda hoje jogam: Japão x Polônia, às 2h20; Argentina x Tunísia às 4h25; Itália e Irã às 7h40 e Comitê Olímpico Russo x França às 9h45.

Publicidade

O Brasil somou sua terceira vitória na competição. Derrotou a Tunísia (3 a 0) e a Argentina (3 a 2) e foi derrotado pelos russos (3 a 0).

Lucarelli foi o maior pontuador do Brasil, com 19 pontos, seguido por Leal, com 18. O norte-americano Anderson foi o maior pontuador do jogo, com 22 acertos, à frente de Defalco, com 21.

A Seleção Brasileira perdeu o primeiro set pelos próprios erros. Os Estados Unidos fizeram o dever de casa, com eficiência na virada de bola pelas extremidades, cometendo poucos erros. O Brasil, ao contrário, desperdiçou contra-ataques e, com o passe irregular, jogou pouco pelo meio, facilitando a marcação rival. O time teve o set point e salvou outros quatro set points dos rivais, mas acabou perdendo a parcial por 32 a 30.

A derrota não abalou a equipe atual campeã olímpica psicologicamente. No set seguinte, o Brasil aumentou a agressividade no saque e o jogo melhorou. Mas, estava difícil parar o ataque de segurança dos norte-americanos.

Publicidade

Lucarelli foi o mais regular. Leal e Wallace entraram no jogo e, com mais confiança ofensiva, a seleção fechou os três sets seguintes. A vitória passou, principalmente, pela melhora do saque e pelos atacantes melhorarem o aproveitamento.

Depois da derrota massacrante por 3 a 0 para os russos, na quarta-feira, o Brasil teve personalidade para se recuperar. Se perdesse hoje, enfrentaria a França, sábado, pressionado, na obrigação de vencer para ir às quartas de final.

Confira o calendário e o quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações