Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Grealish rebate crítica de Roy Keane após final da Eurocopa

Cobrado por ídolo do Manchester United, meia da Inglaterra afirmou que chegou a pedir para bater uma das cobranças de pênalti contra Itália

12 jul 2021 11h56
| atualizado às 13h51
Compartilhar

Após a Inglaterra perder a Eurocopa para a Itália nos pênaltis, por 3 a 2, depois de empate por 1 a 1 no tempo normal normal e na prorrogação, no último domingo, no estádio de Wembley, em Londres, torcedores e comentaristas criticaram o técnico da seleção inglesa, Gareth Southgate.

Jack Grealish aplaude os torcedores ingleses após derrota sofrida na final da Eurocopa
Foto: Nick Potts/Reuters

A desaprovação está relacionada, sobretudo, à sequência de jogadores do time nacional que bateram as penalidades máximas. Marcus Rashford, de 23 anos, Jadon Sancho (21) e Bukayo Saka (19) foram os escolhidos para as três últimas cobranças. Todos erraram.

Publicidade

O ex-jogador do Manchester United e agora comentarista da Sky Sports, Roy Keane, afirmou que um atleta como Bukayo Saka não deveria efetuar a última cobrança. Desta forma, o irlandês e ídolo do tradicional clube criticou dois jogadores da seleção inglesa: "Se você é [Raheem] Sterling ou [Jack] Grealish, não pode ficar sentado e ver um jovem bater um pênalti antes de você".

Grealish, porém, não ficou calado e garantiu que chegou a pedir a Gareth Southgate que fosse o batedor de uma das cobranças da seleção inglesa na disputa decisiva contra a Itália. "Eu disse que queria ter batido um!!!! O Gaffer (Southgate) tomou tantas decisões certas neste torneio e ele tomou esta nesta noite! Mas eu não vou permitir que as pessoas digam que eu não queria bater um pênalti quando eu disse que  queria", afirmou o meio-campista.

O atleta de 25 anos, que defende o Aston Villa no futebol inglês, também manifestou a sua decepção pelo fato de a Inglaterra ter sido derrotada nos pênaltis na final de domingo. "Absolutamente arrasado. Não consigo explicar o que significa pessoalmente a forma como os torcedores agiram nas últimas sete semanas. Para cada um de vocês, espero poder retribuir", escreveu o jogador em sua página no Instagram, se referindo à torcida inglesa.

 

Publicidade
Gazeta Esportiva
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações