Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Londrina vence o Guarani em casa e sobe na tabela da Série B

Com a vitória, o Tubarão pula para 7ª colocação. Já o Bugre continua na zona de rebaixamento

24 jun 2022 - 21h03
(atualizado às 23h27)
Compartilhar

Na noite desta sexta-feira, no estádio do Café, em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o Londrina venceu o Guarani pelo placar de 3 a 1 e pegou o elevador para o 7º lugar da tabela de classificação, com 18 pontos. Já o Bugre permanece enterrado na zona de rebaixamento, com 13 pontos e ocupando a 19ª posição.

Publicidade
Londrina derrotou o Guarani em casa (Foto: Twitter Londrina / Sheyla Dantas)
Londrina derrotou o Guarani em casa (Foto: Twitter Londrina / Sheyla Dantas)
Foto: Lance!

A grande vitória do Tubarão começou a ser construída na etapa inicial, aos 17 minutos, em gol de falta de Eltinho. O Bugre empatou com Silas, ainda no primeiro, aos 38. No segundo tempo, o time paranaense marcou dois gols relâmpagos, aos 2 e 4 minutos, marcados, respectivamente por Augusto e Jhonny Lucas.

Na próxima rodada, Londrina enfrenta o Grêmio, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Já o Guarani pega o Ituano, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas. Ambas as partidas serão disputadas no dia 28 de junho.

PRIMEIRO TEMPO

Publicidade

Os primeiros 15 minutos de Londrina e Guarani foram muito pegados, mas sem lances de emoções, pois as duas defesas não permitiam infiltrações dos ataques. No entanto, aos 17 minutos, em jogada de bola parada, o gol saiu. Da entrada da área, Eltinho bateu falta com maestria e marcou um golaço: 1 a 0 para o Tubarão.

O gol do Londrina acendeu o sinal de alerta no Guarani, que se viu obrigado a sair para o ataque em busca do empate. Das oportunidades criadas, a mais clara surgiu aos 29 minutos, quando Júlio César cruzou e Lucão do Break pegou de primeira e acertou a trave.

O Bugre continuou martelando em busca do empate, enquanto o Tubarão permaneceu fazendo de tudo e mais um pouco para evitar o empate. Só que aos 38 minutos, o Guarani foi recompensado pela pressão efetuada. Matheus Pereira ajeitou para Silas, que bateu firme de fora da área para igualar o placar: 1 a 1.

SEGUNDO TEMPO

Publicidade

A etapa complementar começou com o Londrina voando e surpreendendo o Guarani com dois gols marcados rapidamente. Aos 2 minutos, após cobrança de escanteio, Augusto marcou para o Tubarão: 2 a 1. Aos 4, Jhonny Lucas recebeu passe, fez bonito giro e bateu para ampliar: 3 a 1 para time paranaense.

Ainda completamente desnorteado, o Guarani viu o travessão evitar o 4º gol do Londrina. Em jogada pelo lado direito, Gegê recebeu cruzamento, dominou dentro da área e em seguida bateu colocado, a bola explodiu no travessão, para alívio do goleiro Rafael Martins.

O Bugre tentou impor seu jogo e na base do abafa tentar diminuir o prejuízo. O time paulista tentou de tudo para marcar, inclusive tentativa de gol de bicicleta de Yago. Mas o Londrina conseguiu se defender bem, segurar o resultado e garantir uma importante vitória para equipe paranaense.

Publicidade

LONDRINA 3 X 1 GUARANI - CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE B

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)

Data/horário: 24 de junho de 2022, às 19h (de Brasília)

Publicidade

Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)

Assistentes: Pedro Jorge Santos de Araujo (AL) e Rondinelle dos Santos Tavares (AL)

VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Cartões amarelos: Douglas Coutinho (LON); Giovanni Augusto (GUA)

Publicidade

Cartões vermelhos: -

GOLS: Eltinho, 17'/1ºT (LON) (1-0); Silas, 38'/1ºT (GUA (1-1); Augusto, 02'/2ºT (LON) (2-1); Jhonny Lucas, 04'/2ºT (LON) (3-1).

LONDRINA (Técnico: Adilson Batista)

Matheus Nogueira; Samuel Santos, Augusto, Gustavo Vilar e Eltinho; João Paulo, Jhonny Lucas, Caprini (Luis Mandaca, aos 35'/2ºT) e Gegê (Alan Rusche, aos 35'/2ºT); Gabriel Santos (Mirandinha, aos 25'/1ºT (Luan, aos 20'/2ºT)) e Douglas Coutinho (Matheus Lucas, aos 35'/2ºT).

Publicidade

GUARANI (Técnico: Marcelo Chamusca)

Rafael Martins; João Victor, Ernando (Bruno José, aos 07'/2ºT) e Leandro Castan; Lucas Ramon (Diogo Mateus, aos 26'/2ºT), Leandro Vilela (Maxwell, aos 35'/2ºT), Silas (Eduardo Person, aos 35'/2ºT) e Matheus Pereira; Giovanni Augusto, Júlio César (Yago, aos 26'/2ºT) e Lucão do Break.

Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações