Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Grêmio apresenta comando de futebol: "Agora é guerra"

Além de Denis Abrahão, que assume a vice-presidência de futebol, o novo diretor de futebol, Sergio Vasques, foi apresentado

15 out 2021 12h33
| atualizado às 12h49
Compartilhar
Sergio Vasques (esq.) e Denis Abrahão em coletiva de apresentação (Reprodução/YouTube)
Foto: Lance!

Em entrevista coletiva com duração de pouco menos de uma hora, duas figuras com experiência de longa data na área gerencial do Grêmio foram "reapresentadas" ao torcedor: Denis Abrahão, como Vice-Presidente de Futebol, e Sergio Vasques, Diretor de Futebol.

Conhecidos por posturas mais firmes especialmente na forma de passarem suas ideias de trabalho, tanto Denis como Sergio se mostraram bastante enérgicos e, até certo ponto, com discursos bastante inflamados para se posicionarem sobre a atual situação do clube no Campeonato Brasileiro. Repetindo termos como "a partir de agora é guerra", "vamos sangrar" e "precisamos vencer a todo custo".

Publicidade

Falando em "olhar olho no olho", "estabelecer um bate-papo legal com os atletas para saberem de suas angústias" e de sua chegada ao time tricolor "não para ver problemas, mas para trazer soluções", Denis Abrahão repetiu em seguidas oportunidades a importância do apoio do torcedor com a possibilidade da volta do público aos estádios.

Sobre a chegada do técnico Vagner Mancini, que deve ser apresentado oficialmente também nesta sexta-feira (15), a tônica foi de garantir que não houve a necessidade de uma longa conversa sobre o tema pelo fato de Vagner "conhecer o clube e ter um amor pelo Grêmio". Desta forma, a aceitação para ser novamente comandante gremista acabou vindo de maneira bastante rápida.

Mesmo que ambos tenham tentado evitar questões mais ligadas a área tática e de desempenhos de nomes em particular, atribuíndo esses pontos a Mancini, frases como "não desaprenderam a jogar" ou mesmo de exaltar a qualidade dos jovens atletas quando Vasques foi questionado sobre o contato com as categorias de base acabaram surgindo na entrevista.

O próximo adversário do Grêmio no Brasileirão, o Juventude, foi tema também bastante abordado pelos novos dirigentes onde, mesmo respeitando o trabalho de retorno a Série A, vencer o clássico do próximo domingo (17) para dar início a recuperação na tabela do Campeonato Brasileiro foi exposta como a única possibilidade de resultado aceitável.

Publicidade
Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações