Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Preparador físico testa positivo e Peru é quarta seleção com infectados pela covid-19

Colômbia, Venezuela e Bolívia também registraram casos em suas delegações da Copa América

14 jun 2021 12h54
Compartilhar

A Federação Peruana de Futebol (FPF, na sigla em espanhol) informou nesta segunda-feira que o preparador físico Néstor Bonillo testou positivo para a covid-19 e não viajará para o Brasil para enfrentar o time comandado pelo técnico Tite, em sua estreia na Copa América marcada para essa quinta, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro.

Desta forma, o Peru se torna o quarto país participante a registrar infectados (são 20 no total) pelo novo coronavírus na primeira semana do torneio, que mudou de sede "de última hora" da Argentina para o Brasil. Anteriormente, Venezuela, Bolívia e Colômbia também tiveram membros de suas delegações contaminados. Com exceção de Bonillo todos os outros casos foram descobertos quando as delegações já estavam em solo brasileiro.

Publicidade

"O professor Bonillo encontra-se em bom estado de saúde e não viajará nesta segunda-feira, 14, com o restante da deleção peruana. O departamento médico continuará zelando pela integridade de seu profissional e irá dar suporte durante todo o período de confinamento. Ao mesmo tempo, continuará cumprindo estritamente as normas sanitárias estabelecidas pelas autoridades competentes", disse um trecho do comunicado da FPF, que assegura o cumprimento à risca do protocolo estabelecido pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

Antes de enfrentar o Brasil na abertura da Copa América, a Venezuela informou que 13 pessoas de sua delegação contraíram a covid-19, precisando chamar 15 atletas venezuelanos de emergência. A Bolívia, que encara o Paraguai na estreia, teve três atletas infectados, além de um membro da comissão.

Já a Colômbia, que começou a sua campanha com vitória sobre o Equador, ficou sem um fisioterapeuta e um auxiliar-técnico por conta da doença. Neste domingo, em entrevista coletiva em Buenos Aires, o craque argentino Lionel Messi falou sobre o medo de se infectar em meio ao surto da covid-19 no continente sul-americano.

Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações