Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Corinthians pode bater meta orçamentária com eventual venda de João Victor; clube aguarda proposta

18 mai 2022 19h14
Compartilhar

O nome do zagueiro João Victor, do Corinthians, ganhou os holofotes na manhã desta quarta-feira após o jornal português A Bola ter divulgado o interesse do Porto em contar com o jogador. No entanto, não houve nenhuma proposta oficial pelo defensor.

Segundo apurado pela Gazeta Esportiva, houve uma sondagem do clube português, mas nenhuma proposta, de fato, foi colocada na mesa.

Publicidade

João Victor tem valor estipulado em 15 milhões de euros (cerca de R$ 78 milhões), sendo que 55% dessa fatia é do Corinthians (aproximadamente R$ 43 milhões).

Em caso de uma venda por esse montante, o Timão conseguiria bater um objetivo importante de seu orçamento previsto para todo o ano de 2022.

O clube espera, conforme divulgado anteriormente, alcançar uma meta de R$ 91,54 milhões com a venda de atletas neste ano. Até agora, são cerca de R$ 46,8 milhões arrecadados em duas transferências: a de Ederson (R$ 27,3 milhões, ao Salernitana, da Itália) e a de Gabriel Pereira (R$ 19,5 milhões, ao New York City, dos Estados Unidos).

Diante disso, com uma possível venda de João Victor por 15 milhões de euros, o Corinthians praticamente cumpriria a meta de um ano inteiro em apenas seis meses.

Publicidade

Aliás, a janela do meio do ano é vista como a melhor possibilidade para João Victor, que iria para um clube europeu no início de temporada e conseguiria fazer todo o processo de adaptação.

No entanto, o valor (15 milhões de euros), como acontece no mercado da bola, pode ser tanto negociado quanto atualizado conforme o momento vivido pelo próprio clube.

Neste momento, o Timão é líder de seu grupo na Libertadores e também na tabela geral do Brasileirão, além de estar classificado às oitavas de final da Copa do Brasil. Assim, o zagueiro poderia se valorizar ou desvalorizar até a abertura da janela.

No meio disso tudo, há ainda o provável retorno de Bruno Méndez, emprestado ao Internacional, em junho. Apesar do interesse colorado, nenhuma proposta foi feita pelo jogador.

Publicidade

Assim, ele chegaria para "cobrir" o espaço deixado por João Victor, lembrando que o Corinthians ainda conta com Raul Gustavo, Gil e Robson Bambu para o setor, além de jogadores da base que têm sido chamados, como Robert Renan.

João Vitor começou a ganhar espaço no Corinthians no início de 2021, quando o time ainda era comandado por Vagner Mancini. Porém, foi nas mãos de Sylvinho que o zagueiro ganhou grande destaque. Ele, inclusive, recebeu o Troféu Mesa Redonda 2021 como revelação do Campeonato Brasileiro.

Já nesta temporada, o atleta jogou 24 partidas. Ele chegou a passar por um momento irregular com a chegada do técnico português Vítor Pereira, que, inclusive, já comandou e foi campeão com o próprio Porto. No entanto, o zagueiro melhorou de lá para cá e vem ajudando o Corinthians na conquista dos resultados recentes.

Gazeta Esportiva
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações