Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Erison marca no fim e Botafogo empata com o América-MG no Independência

21 mai 2022 23h20
Compartilhar

O Botafogo superou um primeiro tempo ruim e buscou o empate com o América-MG: 1 a 1, neste sábado, no Independência, em Belo Horizonte, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. Erison, aos 40 minutos da etapa final, marcou para o clube carioca. Jailson impediu a virada nos acréscimos.

O Fogão foi recompensado pela luta. Apesar de uma noite fraca tecnicamente, o clube carioca não desistiu e foi buscar o empate. O técnico português Luís Castro continua invicto à beira do gramado. Agora, são cinco vitórias, contando a Copa do Brasil, e três empates.

Publicidade

Com 12 pontos, o Botafogo está na quarta colocação do Brasileiro - dormiria na liderança se tivesse vencido. Já o América-MG, com dez pontos, está em oitavo lugar.

O Botafogo tem mais um compromisso seguido fora de casa. Na próxima rodada, visita o Coritiba, domingo, às 16h (horário de Brasília). O América-MG também pega a estrada e visita o Corinthians, domingo, às 18h (de Brasília). Antes, tem jogo pela Libertadores. Já na quarta-feira, enfrenta o Independiente del Valle, no Equador. O Coelho é o lanterna do Grupo D e não tem mais chance de classificação para as oitavas de final.

O jogo

O primeiro lance de perigo foi do América-MG. Após cruzamento da direita, Felipe Azevedo ganhou pelo alto, mas cabeceou por cima. Depois, Kanu foi providencial e cortou cruzamento que ia na direção de Aloísio. Gatito precisou trabalhar aos 19 minutos. Lucas Kal bateu da entrada da área. O goleiro do Botafogo espalmou.

O clube carioca não conseguia se acertar ofensivamente e pouco ameaçava o América-MG. O Coelho era superior e chegou a balançar a rede, mas Henrique Almeida estava impedido. O gol foi corretamente anulado.

Publicidade

O América-MG insistiu e fez 1 a 0. Henrique Almeida foi lançado dentro da área. A bola subiu e Saravia cabeceou para trás. Aloísio ficou com a bola e bateu para o gol, aos 37 minutos. A assistente assinalou impedimento, mas o VAR corrigiu a decisão e validou o lance. Henrique estava em posição legal quando recebeu o passe.

A situação do Botafogo só não ficou pior porque Kanu cortou cruzamento e evitou o que seria o segundo gol mineiro. O Fogão teve apenas uma finalização em todo o primeiro tempo, contra dez do rival.

Luís Castro fez logo duas mudanças no Botafogo no intervalo. Ele colocou Del Piage e Vinicius Lopes. Saíram Tchê Tchê e Diego Gonçalves. O Fogão assustou no primeiro ataque da etapa final. Victor Sá cruzou da esquerda e por pouco Vinicius Lopes não conseguiu completar.

O clube carioca melhorou em relação ao primeiro tempo. Contudo, as dificuldades ofensivas permaneceram. Luís Castro deu mais peso ao ataque com Matheus Nascimento no lugar de Patrick de Paula. Oyama, aos 31 minutos, recebeu do jovem atacante e emendou da entrada da área. A bola foi para fora, no principal lance de perigo do Fogão em todo o jogo.

Publicidade

O Fogão chegou ao empate aos 40 minutos. Após cobrança de escanteio, Erison ganhou pelo alto e desviou no canto: 1 a 1. O atacante ainda deu trabalho aos 44. Ele bateu cruzado e Jailson defendeu.

Victor Sá, aos 50 minutos, teve a chance da virada, mas parou em Jailson, quase na pequena área. Na sequência, o goleiro espalmou finalização de Erison, garantindo o empate.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 1 X 1 BOTAFOGO

Publicidade

Local: Independência, Belo Horizonte (MG)

Data: 21 de maio de 2022, sábado

Horário: 21 horas (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (SP-Fifa)

Publicidade

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP-Fifa) e Neuza Ines Back (SP-Fifa)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Cartão amarelo: Rodriguinho e Marlon (América-MG) e Vinicius Lopes (Botafogo)

Gols:

Publicidade

América-MG: Aloísio, aos 37′ do 1ºT

Botafogo: Erison, aos 40′ do 2ºT

AMÉRICA-MG: Jailson; Patric, Éder, Luan Patrick e Marlon (Cáceres); Lucas Kal, Rodriguinho (Kawê) e Gustavinho (Alê); Felipe Azevedo (Índio Ramírez), Aloísio e Henrique Almeida (Zé Ricardo). Técnico: Vagner Mancini.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Saravia (Lucas Fernandes), Kanu, Victor Cuesta e Daniel Borges (Hugo); Luís Oyama, Patrick de Paula (Matheus Nascimento) e Tchê Tchê (Del Piage); Diego Gonçalves (Vinicius Lopes), Victor Sá e Erison. Técnico: Luís Castro.

Publicidade
Gazeta Esportiva
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações