Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Desempenho de Samuel Xavier e pouco espaço para Calegari explicam busca do Fluminense por Daniel Alves

Lateral ex-São Paulo recebeu proposta do Fluminense; jovem vem ganhando poucos minutos e o mais velho falhou contra o Cuiabá, no Brasileirão

21 set 2021 06h01
| atualizado às 12h13
Compartilhar

Assim como em algumas rodadas recentes, o Fluminense jogou no limite e mais uma vez os erros individuais foram cruciais para mais um resultado ruim. Nesta segunda-feira, o Tricolor empatou em 2 a 2 com o Cuiabá, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, perdendo a chance de entrar no G6. Um dos protagonistas do jogo negativamente, Samuel Xavier foi mal em dia marcado pela proposta do clube pelo lateral-direito Daniel Alves.

Daniel Alves, Calegari e Samuel Xavier (Fotos: Rubens Chiri, Mailson Santana/FFC e Lucas Merçon/FFC)
Foto: Lance!

Desde que foi anunciado que Daniel Alves não jogaria mais pelo São Paulo, o jogador vem sendo especulado em diversas equipes. No Flu, caso jogue na lateral, ele chegaria para disputar com Samuel Xavier e Calegari. O jogador, vale lembrar, pode atuar pelo meio, mas tem como prioridade chegar à Copa do Mundo de 2022, do Qatar, pelos lados. O prazo de inscrição do Brasileirão termina na próxima sexta-feira, 24 de setembro.

Publicidade

Marcão até deu espaço para Calegari na vitória sobre o São Paulo, quando o jovem se destacou. No entanto, a escalação foi apenas para poupar Xavier, que voltou para o confronto da Copa do Brasil com o Atlético-MG. O lateral, contratado para esta temporada após deixar o Ceará, vem sofrendo críticas nas últimas partidas.

- O Samuel vinha de muita minutagem e optamos por jogar com o Calegari. Ele foi bem, correspondeu e temos certeza que mais a frente aquele que precisarmos do grupo e do elenco vai estar pronto. Hoje tivemos a oportunidade de colocar o Marlon, que vinha treinando bem, esperando a chance. Estamos com um grupo coeso e igual, todos buscando espaço. No momento vamos tentar fazer o melhor pela equipe - analisou Marcão após a partida com o Cuiabá.

Desde que chegou ao São Paulo em 2019, Daniel Alves não repetiu os bons desempenhos que teve ao longo da carreira e acabou recebendo críticas da torcida, especialmente pelo alto salário de cerca de R$ 1,5 milhão (junto aos direitos de imagem). Foram 95 jogos, com dez gols marcados, além de 14 assistências. Ele conquistou o Campeonato Paulista, mas estava lesionado no segundo jogo da decisão.

Mesmo assim, Daniel Alves é visto como um jogador que pode aumentar o nível do elenco, tanto pelo desempenho em campo quanto fora dele. O Flu aposta na mescla entre os mais experientes e os mais jovens justamente por ter muitos garotos da base, como é o caso do próprio Calegari, de 19 anos.

Publicidade

Depois de conquistar a vaga como titular após a venda de Gilberto na temporada passada, Calegari não conseguiu repetir as boas atuações sob o comando de Roger Machado e perdeu espaço. Ele tem 24 partidas até aqui, ultrapassando a marca das 50 como profissional. Já Samuel Xavier, de 31 anos, soma 30 jogos, apenas três como reserva.

O Fluminense perdeu a chance de entrar no G6 após empatar com o Cuiabá e cai para a oitava posição, com 29 pontos. No próximo domingo, às 16h, o time de Marcão recebe o Red Bull Bragantino no Maracanã.

Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações