Arão revela brigas com Gabigol no Flamengo, mas destaca: 'Especial'

Volante, que atualmente joga no Panathinaikos, se destacou em 2019, quando o Flamengo venceu a Libertadores sobre o River Plate, em Lima

10 jun 2024 - 23h36
Foto: Reprodução/Charla Podcast - Legenda: Arão comenta sobre relação com Gabigol no Flamengo / Jogada10

Ex-Flamengo e atualmente no Panathinaikos, da Grécia, o volante Willian Arão concedeu entrevista ao Charla Podcast, nesta segunda-feira. O jogador destacou a relação com o atacante Gabigol na época que estava no Rubro-Negro. Ele revelou que quase todo mundo do elenco teve algum tipo de discussão com o camisa 99, mas também não deixou de elogiar.

"Quase todo mundo brigou e amou. Em algum momento todo mundo ficou sem falar com ele por causa de umas atitudes, coisas nossas também. Às vezes, devo ter feito alguma coisa errada e a gente brigou por algum motivo, mas ele nunca falou para mim, mas imagino. Mas o Gabi é fantástico. Ele fazia muito bem para o nosso time, porque ele trazia essa coisa dos caras dos anos 90. A gente não tinha coragem para falar alguma coisa, mas ele fazia. Às vezes, ele trazia debates, mas ele tem aquele jeito dele. Ninguém é igual a ninguém. Ele um cara muito especial", destacou Arão.

Publicidade

Momento icônico antes da final da Libertadores

Willian Arão também contou bastidores cômicos dos minutos que antecederam à grande decisão da Libertadores de 2019, quando o Flamengo venceu o River Plate. O camisa 5 do bicampeonato dividia o quarto com o lateral Renê e sofreu com as seguidas idas ao banheiro.

"Deu 7 da manhã, olhei para o lado, o Renê dormindo… Mas eu já estava me revirando há umas duas horas. Saí na ponta do pé. Fui no banheiro, dei a primeira barrigada, estava ansioso. Nesse dia, foram umas 15. Quando eu fico muito ansioso… Voltei na pontinha do pé, pensei em não acordar o Renê. Quando deito na cama, ele vira e diz: "está acordado, né, amigão? Está todo cagado, né?". Aí eu falei assim: "pô, amigão. Eu também. Bora descer para o café da amanhã", disse, aos risos.

Apesar dos 'problemas intestinais', Willian Arão jogou 86 minutos da final disputada em Lima, no Peru. Porém, o título só veio após a saída do volante. Afinal, Gabigol balançou as redes nos minutos finais.

Arão na Europa

Willian Arão deixou o Flamengo na metade de 2022, antes da final da Libertadores contra o Athletico-PR. O meio-campista se desligou do clube nas oitavas de final. Posteriormente, ele assinou com o Fenerbahçe (TUR), sob o comando de Jorge Jesus, técnico rubro-negro em 2019.

Publicidade

Após uma passagem pela Turquia, Arão rumou para o Panathinaikos (GRE), onde conquistou a Copa da Grécia recentemente. Nesta temporada, o meio-campista participou de 44 partidas, marcou três gols e contribuiu com quatro assistências. Seu contrato com o clube grego é válido até junho de 2025.

Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações