Descontos especiais em Curso de Inglês, Backup e Antivírus.

Troféu José Finkel tem Pinheiros campeão e define vagas para o Mundial

28 ago 2018 21h21
Compartilhar
comentários

O Esporte Clube Pinheiros é o grande campeão do Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação - Troféu José Finkel - Taça Correios 2018. Após as disputas desta terça-feira (28), último dia de competição, o clube paulistano sagrou-se vencedor da competição realizada em sua sede, em São Paulo. Também nesta terça-feira, a seleção brasileira de Natação foi definida para o Campeonato Mundial de piscina curta, que será realizado em dezembro, em Hangzhou, na China.

Depois do término do último dia de competições, o Pinheiros somou 3472,50 pontos. O Minas Tênis Clube ficou com a segunda colocação ao terminar com 2382 pontos. A Unisanta encerrou com a terceira colocação com 1098 pontos.

publicidade

"Foi uma competição que nos surpreendeu um pouco. Não esperávamos que tantos índices fossem alcançados, eles estavam muito fortes. Quando se compete em casa, existem outras preocupações também, então demanda um pouco mais de atenção a outras coisas, mas estamos felizes com o título e com ter a maioria dos atletas na seleção brasileira", falou o coordenador técnico do Pinheiros, Alberto Silva.

No feminino, os troféus de Índice Técnico e Atleta Eficiente foram para Larissa Oliveira. No masculino, Guilherme Guido ganhou o título de Índice Técnico, enquanto Caio Pumputis foi o atleta mais eficiente.

Nas provas desta terça-feira, foi a vez de Matheus Santana que está retomando sua melhor forma e, depois do bronze nos 100m livre e nos 50m borboleta, o atleta do Pinheiros, com o tempo de 21s29, garantiu o índice para o Mundial da China. "Representa muita coisa. Mais uma volta por cima. Essa vitória eu dedico a minha tia que faleceu há três meses. Ela sempre me incentivou e esteve do meu lado. Estou feliz de ter conseguido o índice. Agora é seguir treinando para o Mundial", falou.

Caio Pumputis foi um dos maiores destaques. Já com índice para o Campeonato Mundial de piscina curta, o atleta do Pinheiros já brilhou no período da manhã ao quebrar o recorde Sul-Americano dos 100m medley com o tempo de 51s83. Nas finais, o atleta de 19 anos voltou a nadar bem e não só garantiu o ouro nos 200m peito, como abaixou a marca continental dos 100m medley.

publicidade

"Já havia conseguido o índice nos 200m medley e hoje consegui nadar um pouco mais leve. Com certeza essa foi uma das minhas melhores competições no absoluto e, como o (Vinicius) Lanza falou, é a renovação da Natação brasileira acontecendo ai", falou.

Gazeta Esportiva
publicidade