Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Belo Horizonte exigirá comprovante de vacina e teste negativo de Covid-19 para eventos e jogos de futebol

A partir de 31 de janeiro, todos os eventos públicos na capital mineira terão a necessidade de comprovação de vacinas e testes negativos para combater o avanço da ômicron

28 jan 2022 16h25
| atualizado às 16h25
Compartilhar

A Prefeitura de Belo Horizonte vai exigir a partir desta segunda-feira ,31 de janeiro, que todos os eventos realizados na cidade só liberem a entrada das pessoas com a comprovação de testes negativos de Covid-19 e comprovante de vacinação. A regra foi anunciada pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD) para conter o avanço da Covid-19.

O jogo da Seleção Brasileira com o Paraguai terá exigências de testes negativos e vacinas contra a Covid-19-(Foto: Luiza Sá/LANCE!)
O jogo da Seleção Brasileira com o Paraguai terá exigências de testes negativos e vacinas contra a Covid-19-(Foto: Luiza Sá/LANCE!)
Foto: Lance!

-O que a gente está pedindo é teste e comprovante de vacina, não é [um] ou [outro], não. Quem não conseguir testar não vai poder ir a lugar nenhum que seja um evento-disse Kalil.

Publicidade

Kalil ainda disse que a regra é para qualquer evento público.

-Festas? Casamentos? Jogos de futebol? Shows? Espetáculos? Vale para qualquer tipo de evento- completou.

-É responsabilidade dos organizadores dos eventos conferir os exames e os cartões de vacinação como condição para o acesso ao evento- disse.

O decreto com os protocolos foi publicado no Diário Oficial do Município desta sexta-feira,28, segundo a prefeitura.

Publicidade

Brasil x Paraguai

A PBH exigirá testes negativos para os torcedores que forem ver o jogo entre Brasil e Paraguai, válido pelas eliminatórias, marcado para terça-feira, 1º de fevereiro, no Mineirão.

Publicidade

O duelo da seleção terá capacidade máxima, diferente do Campeonato Mineiro, que definiu limite de público para 20 mil pessoas, o jogo da seleção brasileira vai poder contar com a capacidade máxima do estádio.

-Nós vamos seguir os protocolos definidos pela CBF- disse o secretário Municipal de Saúde, Jackson Machado.

Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações