Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Corinthians venceu o Boca Juniors apenas uma vez na Bombonera; veja em detalhes como foi

5 jul 2022 - 05h21
Compartilhar

Corinthians e Boca Juniors se enfrentam nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), na Bombonera, pela volta das oitavas de final da Copa Libertadores. Caso queira a classificação no tempo normal, o Timão precisa vencer a partida, já que a ida em Itaquera acabou empatada em 0 a 0. O clube alvinegro bateu o Boca na Argentina apenas uma vez em sete confrontos disputados no mítico estádio dos Xeneizes.

O triunfo do Corinthians na Bombonera aconteceu em 21 de janeiro de 1961, válido pelo Torneio Octogonal Sul-Americano, um campeonato internacional de verão disputado no Brasil, no Uruguai e na Argentina. Na ocasião, o Timão venceu a equipe argentina por 4 a 3, em jogo muito movimentado.

Publicidade

Os gols do Corinthians foram anotados pelo meio-campista Paulinho (três vezes) e o atacante Zague, enquanto os tentos do Boca foram anotados por Rattin, Paulo Valentin e Loyasa.

A equipe paulista abriu o placar logo aos quatro minutos, com Paulinho. Porém, o Boca esboçou uma reação empatando com Paulo Valentin em cobrança de pênalti aos 25 e virando a partida aos 37, com Rattin. Zague voltou a deixar o jogo empatado logo no início da segunda etapa e Paulinho colocou o Timão novamente à frente do marcador.

Loyasa empatou aos 17 minutos e, heroicamente, Paulinho anotou seu terceiro gol e o quarto do Corinthians faltando pouco para acabar o confronto.

"Não se pode deixar de mencionar que o grêmio do Parque São Jorge obteve uma vitória de raça, 'dobrando' o famoso time do Boca Juniors", relatou o jornal A Gazeta Esportiva na época. O time argentino era treinado nada mais nada menos que por Vicente Feola, treinador campeão do mundo com a Seleção Brasileira em 1958.

Publicidade

"Diga-se, é verdade, que o Boca Juniors foi um adversário aguerrido. Sempre animado pela sua torcida, o time jamais deixou de lutar, de evidenciar que tinha esperanças em mudar sua sorte na partida. Mas todos os esforços foram em vão. Com bom trabalho de meia cancha, jogando relativamente bem na ofensiva, o Corinthians venceu com méritos indiscutíveis, pela contagem de 4 a 3", completou o jornal da época.

Além de Corinthians e Boca, Flamengo, Vasco, São Paulo, River Plate, Cerro-URU e Nacional participaram do torneio. O rubro-negro carioca se sagrou campeão com 10 pontos conquistados, enquanto o Timão ficou na quinta colocação, com sete.

Das 18 partidas entre Corinthians e Boca, a equipe brasileira venceu em quatro oportunidades, contra seis triunfos dos Xeneizes e oito empates. Há 10 anos atrás, a equipe paulista venceu os argentinos por 2 a 0 em um Pacaembu lotado, conquistando sua primeira e única Libertadores na história.

Nesta terça, quem vencer nos 90 minutos avança para as quartas de final da principal competição do continente. Em caso de igualdade, a eliminatória será resolvida nas penalidades máximas. A Fiel Torcida espera que, assim como em 1961, os jogadores do Corinthians voltem para São Paulo com um triunfo do estádio mais temido da América do Sul.

Publicidade

Veja as escalações de Boca Juniors 3 x 4 Corinthians

BOCA JUNIORS: Ayala; Rico, Heredía e Benítez; Davoine e Rattin; Nardielo, Loyasa, Paulo Valentín, Grillo e Yudica

Técnico: Vicente Feola

CORINTHIANS: Cabeção; Egidio, Olavo e Ari; Benedito e Walmir; Battaglia, Joaquinzinho, Paulinho, Rafael e Felicio (Zague)

Publicidade

Técnico: João Lima

Show Player
Gazeta Esportiva
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações