Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Klay Thompson faz 17 pontos em volta à NBA após 941 dias: 'Noite inesquecível'

Jogador de 31 anos ajuda o Golden State Warriors a vencer o Cleveland Cavaliers por 96 a 82

10 jan 2022 08h58
Compartilhar

A emoção tomou conta da Chase Arena, em São Francisco, na noite deste domingo. Após 941 dias ou 177 partidas, o ala-armador Klay Thompson voltou a disputar um jogo após longa batalha de recuperação contra graves lesões no joelho e o rompimento do tendão de Aquiles. O jogador de 31 anos mostrou estar plenamente recuperado nos 19 minutos e 55 segundos em que atuou. Ele fez 17 pontos, pegou três rebotes, deu uma assistência e um toco na vitória do Golden State Warriors sobre o Cleveland Cavaliers, por 96 a 82, na NBA.

"Eu nunca vou esquecer esta noite. Jamais esquecerei as boas-vindas que os fãs nos deram, especialmente a mim. Meu Deus, foi divertido", comemorou. "Todos os dias de ausência, na gaiola de agachamento, na prancha e todos aqueles dias de trabalho para voltar à forma valeram a pena."

Publicidade

Klay Thompson não jogava desde o dia 13 de junho de 2019, na segunda partida das finais contra o Toronto Raptors. Na ocasião, após receber um passe de Stephen Curry, ele partiu para a infiltração e acabou caindo de mal jeito já acusando o rompimento do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. No chão, chorava de dor segurando a perna esquerda, revelando a gravidade da lesão.

Após passar por cirurgia, o camisa 11 se preparava para o início da temporada de 2020/21 quando teve outro grave problema: rompeu o tendão de Aquiles em um treinamento, ficando mais um longo período em recuperação. Voltou aos trabalhos com os companheiros há pouco mais de um mês até chegar o tão esperado 9 de janeiro de 2022.

Foi o último a ser anunciado para entrar em quadra, em um frisson empolgante da torcida. Com somente 40 segundos, Thompson apareceu na bandeja para os primeiros pontos da equipe. "Fiquei tão empolgado, vi uma abertura na cesta e aproveitei. Uma bandeja difícil", observou. "Perdi alguns tiros depois, talvez fosse o nervosismo. Eu não fui tão habilidoso quanto queria, porém estou muito feliz por poder olhar a folha de estatísticas e ver meu nome, meu número de tentativas, o sucesso. Menos dois é ruim, mas pelo menos estou aqui, porque o trabalho que custou para chegar aqui foi incrível."

Ansioso para mostrar que estava plenamente recuperado, Klay Thompson realmente falhou bastante - foram somente sete acertos em 18 tentativas, três em oito tiros da linha de três. Mas, aos poucos, ele foi se ambientando. A prova de que está inteiro veio de uma infiltração na qual partiu para cima de quatro rivais e cravou, fazendo 46 a 37 e levantando o público. Logo depois, Klay Thompson ainda acertou sua primeira bola de três (1800ª da carreira) e alcançou os 12 mil pontos em sua história.

Publicidade

"Eu não diria que é como ganhar um título, mas cara, não ficou muito longe. Foi demais. Eu amo nossos fãs, sei que sofreram por mim nos últimos 2 anos. Foi realmente um momento especial", enfatizou. "Eu sabia que seria elétrico esta noite, estava tentando visualizar esse momento há dois anos. Valeu a pena, a cada segundo. Estou realmente grato por ter recebido esta ovação e experimentado esta demonstração de amor. Nunca esquecerei."

O astro da noite ainda faria mais 10 pontos após o intervalo, sendo sete consecutivos. O amigo Stephen Cury foi o cestinha da partida. Empolgado com o retorno de Klay Thompson, acertou logo quatro bolas de três e já tinha 14 pontos em somente cinco minutos. Fechou a partida com 28.

Draymond Green, com lesão de panturrilha, iniciou a partida para prestigiar o companheiro que estava de volta. Foram somente sete segundos em quadra. Depois passou o tempo todo no banco vibrando a cada lance de Klay Thompson. Com o resultado, os Warriors voltaram a ter a melhor campanha da NBA, liderando a Conferência Oeste com desempenho idêntico ao do Phoenix Suns de 30 vitórias e nove derrotas.

Fique por dentro das principais notícias de Esportes
Ativar notificações