Safety Car da Fórmula E no Dia da Mobilidade Elétrica

Praça Charles Miller na frente do Pacaembu teve dia de Fórmula E com carro madrinha e muita sustentabilidade

16 jun 2024 - 10h30
(atualizado às 10h30)
Fórmula E em SP
Fórmula E em SP
Foto: On Board / Esporte News Mundo

Neste sábado (15), a Praça Charles Miller, cartão-postal de São Paulo (SP), sediou o Dia da Mobilidade Elétrica, evento focado em discutir e promover o mercado de veículos elétricos, com ênfase em sustentabilidade e energia renovável.

Diversas marcas do setor elétrico participaram, incluindo o Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E, parceiro histórico da capital paulista. Após dois E-Prix realizados no Sambódromo, a categoria abrirá sua 11ª temporada no dia 7 de dezembro na passarela do samba.

Publicidade

Reconhecida como a maior competição de veículos elétricos do mundo, a Fórmula E traz para as pistas tecnologias de ponta do automobilismo, que também são aplicadas em carros de rua.

No estande da Fórmula E, os visitantes puderam ver um protótipo do atual carro da categoria, o Gen-3, desenvolvido pelo artista brasileiro Adhemar Cabral, decorado com flores naturais para destacar o conceito de sustentabilidade.

"O nosso objetivo é promover a mobilidade sustentável através do nosso esporte, e aqui no evento, estamos presentes para que o público possa vivenciar a experiência e a emoção da Fórmula E de perto," afirmou Bruno Grassi, sócio local e diretor de vendas da Fórmula E.

O público também teve acesso a um simulador da categoria e ao Safety Car da Fórmula E. O simulador foi uma das atrações mais populares, oferecendo aos visitantes a chance de sentir a emoção de pilotar um carro do campeonato mundial, ainda que virtualmente.

Publicidade

"O futuro é elétrico. Ainda não conhecia a Fórmula E, mas é interessante ver um campeonato totalmente elétrico, mostrando que o entretenimento pode ser sustentável," comentou Alessandra Lima, engenheira civil e visitante do evento.

Embora a Fórmula E esteja ganhando popularidade entre os fãs de automobilismo, ainda existe um certo preconceito contra carros elétricos. O Dia da Mobilidade Elétrica busca desmistificar essa tecnologia, permitindo que os visitantes conheçam melhor os veículos elétricos e participem de debates sobre mobilidade elétrica e seu impacto futuro.

Além do estande da Fórmula E com o simulador, os visitantes puderam realizar test drives em carros elétricos de diversas marcas presentes no evento, assim como experimentar patinetes e bicicletas elétricas.

"Eventos como este e a Fórmula E são importantes para desmistificar o preconceito contra os carros elétricos e aproximar o público desses veículos, mostrando que são seguros, confiáveis, rápidos e divertidos. A Fórmula E acelera a adoção desses produtos," destacou Bruno Grassi, reconhecendo o apoio da Prefeitura de São Paulo e da SPTuris, representadas por Ricardo Nunes e Gustavo Pires, respectivamente.

Publicidade

A FIA, federação responsável pela Fórmula E, anunciou o calendário da 11ª temporada da categoria, com São Paulo abrindo os trabalhos no dia 7 de dezembro. Em 2025, a Fórmula E introduzirá uma nova geração de carros, o Gen-3 Evo, que acelerará de 0 a 100 km/h em apenas 1,86 segundo, sendo cerca de 30% mais rápido que um carro de Fórmula 1.

"Tivemos um aumento de quase 18% na audiência da Fórmula E no Brasil e uma aceitação muito grande do público no último E-Prix de São Paulo. O próximo evento está confirmado para o dia 7 de dezembro, com um novo carro e uma nova era, chamada 'um segundo' pela aceleração de 1,8 segundos," comentou Bruno Grassi.

Atualmente, restam duas etapas e quatro corridas na temporada. O próximo compromisso da Fórmula E será no E-Prix de Portland, entre os dias 29 e 30 de junho.

Fórmula E em SP
Foto: On Board / Esporte News Mundo
Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se