Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Tsunoda admite ter segurado Hamilton na Turquia: "Quero que Verstappen vença"

Yuki Tsunoda disse que queria ter segurado Lewis Hamilton "por 20 voltas". O piloto sonha com a Honda no topo no último ano da marca na F1

11 out 2021 08h17
Compartilhar
O duelo improvável do começo da corrida: Hamilton x Tsunoda
Foto: F1/Twitter / Grande Prêmio

F1 NA TURQUIA: BOTTAS LEVA NA TURQUIA E VERSTAPPEN RETOMA PONTA. HAMILTON É 5º

Yuki Tsunoda, estreante na Fórmula 1 nesta temporada, travou duelo com o heptacampeão mundial Lewis Hamilton nas voltas iniciais do GP da Turquia, disputado no último domingo (10). Depois de ter largado em nono, o japonês logo sentiu a pressão do britânico, que saiu em 11º e buscava fazer uma corrida de recuperação. Yuki conseguiu segurar o carro #44 da Mercedes por oito voltas até ser ultrapassado na curva 3. Depois da prova, o novato admitiu que gostaria de ter "atrapalhado" ainda mais o inglês. Tudo para ajudar Max Verstappen.

Publicidade

"É o último ano da Honda, e quero que [Max] Verstappen vença o título pela Honda e também pela Red Bull. Tentei manter Lewis atrás de mim o máximo possível", disse Tsunoda ao portal alemão Motorsport-Total, antes de responder se curtiu o duelo com o atual campeão.

"Não me importo. Eu só queria mantê-lo atrás de mim por 20 voltas, oito não são o suficiente", disparou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Momento em que Lewis Hamilton ultrapassa Yuki Tsunoda por fora da curva 3 no GP da Turquia (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Publicidade

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

No entanto, o próprio piloto da AlphaTauri admitiu que o duelo com Hamilton foi preponderante para o desgaste sofrido por ele nos pneus e a subsequente rodada que teve na pista. De acordo com Tsunoda, a visibilidade também atrapalhou no momento do incidente.

Quem é o favorito em cada pista que resta na temporada 2021 da Fórmula 1? Ouça já no Paddockast #124

"Gastei os pneus demais no começo da batalha com Hamilton", explicou. "Foi muito difícil manter o ritmo, você pode esquecer o retrovisor. Não consegui ver nada, estava cheio de sujeira. Achei que houvesse um carro atrás de mim, então rodei. Isso acabou com minha corrida. Poderíamos ter marcado pontos hoje, mas terminar assim é uma pena", encerrou.

Publicidade

Tsunoda encerrou o GP da Turquia na 14ª colocação, sem somar pontos para a AlphaTauri. O piloto também ocupa a 14ª posição na classificação, com 18 pontos, dois a mais do que George Russell, da Williams, e 8 a menos do que Lance Stroll, da Aston Martin.

A Fórmula 1 volta a acelerar dentro de duas semanas para o GP dos Estados Unidos, no Circuito das Américas, em Austin.

Show Player
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações