F1: Com chuva ou com sol, Verstappen vence no Canadá

Entre pancadas de chuva e sol aberto, Verstappen faz corrida estratégica e vence no Canadá. McLaren mostra força com Norris e Russell P3

9 jun 2024 - 19h51
Verstappen conta com braço e a sorte para vencer no Canadá
Verstappen conta com braço e a sorte para vencer no Canadá
Foto: Red Bull Content Pool

Se tem um lugar que geralmente entrega corrida boa é o GP do Canadá. Tivemos todas as possibilidades de chuva, 2 entradas de Carro de Segurança e...vitória de Max Verstappen.

Mas esta não veio sem disputa. A Red Bull mostrou problemas de adaptação à pista e Verstappen ainda teve problemas com o MGU-K, o que o levou a usar uma unidade de potência mais usada. Isso fez que o campeão viesse numa situação muito mais de espera em relação à concorrência.

Publicidade

Os eventos pré-corrida foram feitos com chuva e pista encharcada. Na hora da F1, a chuva parou, mas largada veio com pista molhada e todos largaram com pneus Intermediários. Com exceção das duas Haas, que vieram com pneus de chuva extrema. Todos vieram com cuidado inicialmente...

A Haas aproveitou bem a siuação e Magnussen chegou a P5 e Hulkemberg P7. Só que com a melhoria das condições do tempo, a pista foi secando e não conseguiu segurar muito a situação. A esta altura, os pilotos seguravam o ritmo esperando uma chuva que poderia chegar a qualquer momento. Russell mais ainda para tentar usar ao máximo os Intermediários.

Enquanto a pista estava brm molhada, Magnussen deu show.
Foto: MoneyGram Haas / X

Só que veio a bandeira amarela ocasionada pela batida de Logan Sargeant na volta 25 e mereceu a entrada do Carro de Segurança. Aqui,a sorte da prova começou a ser escrita...

Norris mostrou ter um ritmo muito melhor do que Russell e Verstappen quando a pista começou a secar. E foi para cima dos dois e os ultrapassou aproveitando o uso do DRS. E tão logo ganhou a liderança, foi abrindo uma boa diferença. Na volta 24, Norris estava cerca de 7,6s à frente de Verstappen. Com o acidente de Sargeant, logo à frente de Verstappen, a diferença foi para cerca de 11 segundos.

Publicidade

Só que quando o aviso de entrada do Carro de Segurança veio, Norris estava preparando a freada para a chicane. Desta forma, não poderia aproveitar aquele momento para fazer a troca de pneus, o que Verstappen, Russell e Piastri conseguiram fazer. Os engenheiros chegaram a alertar o britânico de que Sargeant bateu e que poderia haver uma intervenção. Norris acabou perdendo a liderança por ter que entrar uma volta depois.

Lando Norris acossado por George Russell. A McLaren poderia ter ganho, mas os detalhes...
Foto: F1 / X

Pela primeira vez, em todo final de semana, Verstappen estava na frente. O RB20 não se mostrou tão adaptado, mas ele conseguiu segurar o ritmo diante de Russell e as duas McLaren. Hamilton já tinha se livrado de Alonso e vinha se aproximando deste grupo.

A chuva vinha mais uma vez dando folga e a pista voltava a secar. Gasly começou o ciclo de paradas para botar pneus para pista seca na volta 40. Naquele momento, um trilho já existia firme na pista e cabia fazer a troca. E mais uma vez, a sorte entra em ação.

Na volta 42, Norris, que estava em terceiro, perdeu a freada da segunda curva e perdeu a posição para Piastri. Na volta seguinte, Hamilton tentou dar o salto e foi para o box botar os Médios novos que tinha. A seguir, Piastri também foi e na Volta 45, Verstappen e Russell foram também botar os pneus secos, com a Mercedes apostando nos Duros para o britânico.

Publicidade

Norris voltava à ficar à frente e se pos a andar em ritmo de classificação para tentar abrir uma diferença boa o suficiente para voltar à frente. A aposta da McLaren ia também no fato de que a pista estava muito fria e os pneus estavam demorando a entrar na temperatura ideal de funcionamento. E assim foi até a volta 47, quando a distância estava em 20,4s, momento em que a McLaren #4 entrou nos boxes.

A Mclaren trabalhou bem e Norris conseguiu sair à frente. Mas como a pista estava molhada na saída dos boxes, o britânico derrapou na hora de acelerar e Verstappen passou à frente. Aqui, ganhou a corrida. Norris ainda perdeu a posição para Russell, mas logo recuperou na volta 52 com o erro do inglês da Mercedes.

Na volta 53, Perez, de contrato renovado e com uma prova extremamente discreta, perdeu o controle e bateu de traseira nos pneus. Logo em seguida, Carlos Sainz, que também estava discreto, colocou sua Ferrari na parte molhada da pista e rodou, levando Alexander Albon com ele. Mais um Carro de Segurança na pista.

Nesta entrada, a Mercedes trouxe seus carros para os boxes, dando pneus novos: Hamilton foi de Médios e Russell de Duros. Naquele momento, ambos estavam em P4 e P5 e resolveram arriscar usar pneus novos, mesmo com a demora em aquecê-los. Alguns até questionaram o fato de não tentar usar pneus Macios, mas o problema é que não tinham mais compostos novos disponíveis e utilizar unidades usadas poderia ser um tiro n'água, pois a vida útil deste tipo era bem curto. Hamilton chegou a questionar a troca...

Publicidade
Evolução das trocas de pneus do GP do Canadá
Foto: Pirelli Motorsport

E assim foi. Hamilton chegou a passar Piastri e levou a P3. Russell aproveitou e também deixou a McLaren #81 para trás. Houve uma breve briga entre Hamilton e Russell, que chegou a gerar um aviso por parte da Mercedes para que mantivessem a briga de modo leal. E o inglês que ficará passou o inglês que vai embora e garantiu o lugar no pódio.

Russell e Hamilton brigaram a prova inteira
Foto: F1 / X

Desta forma, terminou o GP do Canadá: Verstappen conseguiu sua 60ª vitória, talvez de uma forma que não esperava. Norris ainda salvou um segundo lugar e Russel, terceiro. As Ferrari nem tiveram o que contar, a não ser esquecer. De positivo, as duas Aston Martin chegando (Alonso P6 e Stroll P7) e as Alpine pontuando mais uma vez (Gasly P9 e Ocon P10).

Resultado final GP do Canadá
Foto: F1 / X

Neste ultimo caso, mais uma ferida aberta na Alpine: o time pediu a inversão entre Ocon e Gasly para tentar ultrapassar Ricciardo, que estava em P8. Gasly não conseguiu ultrapassar e as posições não foram trocadas, o que motivou uma fala irada de Ocon após a prova. Clima tranquilo....

Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se