Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Diretor de prova diz que Fórmula 1 estuda antecipar corridas para fugir de chuvas fortes

Com forte interferência da chuva no GP da Bélgica e da Rússia, FIA reconhece que Fórmula 1 vai discutir possibilidade de adiantar corridas para evitar conflitos com tempestades

28 set 2021 13h41
| atualizado às 14h57
Compartilhar
Max Verstappen ao lado do safety-car no GP da Bélgica do último domingo
Foto: Dan Mullan/Getty Images/Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

COMO NORRIS NO GP DA RÚSSIA DE F1 LEMBROU BARRICHELLO NO GP DA ALEMANHA 2000

Com diversas interferências da chuva no Mundial de 2021 da Fórmula 1, o diretor de corridas Michael Masi afirmou que os acionistas da categoria vão discutir a possível flexibilidade dos fins de semana de GP para adiantar a realização de provas com mau tempo.

Publicidade

O fator climático na F1 chamou atenção primeiramente pelo GP da Bélgica, no fim de agosto, quando a corrida teve apenas duas voltas completadas atrás do safety-car depois de uma incessante tempestade em Spa-Francorchamps. Em Sóchi, no último fim de semana, a FIA foi obrigada a cancelar corridas da F2 e F3, e chegou a ameaçar o adiamento da classificação da F1 para o domingo de manhã.

"Dissemos que, após Spa, deveria ter várias discussões entre FIA, F1 e as 10 equipes, e este será um dos debates do grupo de estratégia. Não é apenas um cenário de 'mover', estamos falando de duas estruturas de governança entre três campeonatos", disse Masi ao site inglês The Race. "Estas discussões vão acontecer de forma proativa, vamos dar uma olhada e ver onde chegaremos", seguiu.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Max Verstappen aproveitou a chuva para garantir o segundo lugar em Sóchi (Foto: Red Bull)

Publicidade

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Masi também negou que as decisões de alterar o cronograma de Fórmula 2 e Fórmula 3 foram pelo "legado" de Spa, que tinha previsão de chuva no sábado e domingo, o que acabou se concretizando. A F3 também teve uma corrida antecipada de sábado para sexta-feira por conta das condições climáticas.

"Não, de forma alguma [sobre influência de Spa]. Vamos olhar para o sábado pelo que foi. Se você prestar atenção, mais cedo, aqueles que estavam aqui viram que havia uma janela que parecia boa, e é por isso que trouxemos os carros da F2 ao pit-lane, e então, essa janela diminuiu. E sempre seguimos por principio nestes cenários, sessão por sessão, que é o que fizemos. É claro, havia fatores que limitaram isso", comentou.

Publicidade

"Sobre a corrida da F3 antecipada para sexta-feira, obviamente as condições pareciam as mesmas. Provavelmente o fator primordial neste cenário é que era a última rodada do campeonato, e tínhamos a condição de encaixá-la na programação. Você tem de levar todos estes fatores em consideração, mas, não, Spa certamente não entrou nisso", concluiu.

HAMILTON VENCE, MAS MERCEDES SENTE REAÇÃO DE VERSTAPPEN NA F1 2021 | Paddock GP  #258

Show Player
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações