Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Confira declarações dos pilotos após classificação do GP dos EUA da F1 2021

Max Verstappen surpreendeu a Mercedes e anotou a nona pole-position da temporada. Lewis Hamilton larga em segundo no GP dos Estados Unidos, precisando de uma vitória para seguir sonhando com título

24 out 2021 00h17
| atualizado às 10h00
Compartilhar
Max Verstappen, o pole de Austin
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

Max Verstappen frustrou o favoritismo da Mercedes e vai largar na pole-position do GP dos Estados Unidos. Na classificação deste sábado (23), o líder do Mundial de Pilotos anotou o tempo de 1min32s910 para desbancar Lewis Hamilton e cravar o primeiro posto no grid pela nona vez na temporada 2021.

Seis pontos atrás de Verstappen, Hamilton larga em segundo, seguido por Sergio Pérez, da Red Bull. Charles Leclerc, da Ferrari, completa a segunda fila, enquanto o companheiro de equipe Carlos Sainz vem logo atrás, no quinto lugar.

Publicidade

O GP dos EUA, 17ª etapa da temporada 2021 do Mundial de Fórmula 1, tem largada prevista para 16h (de Brasília, GMT-3) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Max Verstappen sai na pole nos EUA (Foto: Red Bull)

Confira as declarações dos pilotos após o sábado de classificação em Austin:

Max Verstappen, pole: Verstappen vence garoa por pole e destaca 1ª fila com Hamilton: "É o que os fãs querem"

Publicidade

Lewis Hamilton, segundo: 2º, Hamilton se assusta com melhora da Red Bull nos EUA: "Incrivelmente rápidos"

Sergio Pérez, terceiro: Pérez admite última volta fraca, mas vê posição de grid "não tão relevante" em Austin

Charles Leclerc, quarto: Leclerc admite surpresa com força da Ferrari: "Esperávamos ficar atrás da McLaren"

Charles Leclerc sai de quarto (Foto: Ferrari)

Publicidade

Carlos Sainz, quinto: Sainz se vê em casa no carro em Austin

Daniel Ricciardo, sexto: Dupla da McLaren admite derrota em Austin, mas mantém cabeça em "resposta" à Ferrari

Lando Norris, sétimo: Dupla da McLaren admite derrota em Austin, mas mantém cabeça em "resposta" à Ferrari

Pierre Gasly, oitavo: "Acho que podemos ficar satisfeitos com o que fizemos hoje, afinal, estamos atrás só das quatro principais equipes, é uma boa posição. A sexta-feira foi um pouco mais difícil do que o esperado, mas nós melhoramos bem hoje e, com a punição ao Valtteri, sairemos de oitavo. Foi legal termos classificado de médios, vai nos dar uma vantagem amanhã, ainda que eu ache que a batalha dos pneus será bem apertada, porque essa pista castiga muito eles. Temos muitas táticas disponíveis para amanhã, vamos analisar bem tudo e escolher a melhor opção".

Publicidade

Pierre Gasly voltou ao Q3 (Foto: AlphaTauri)

Valtteri Bottas, nono: Bottas se espanta com "passo à frente" da Red Bull e conta com estratégia nos EUA

Yuki Tsunoda, décimo: "Estou bem feliz com o que fizemos hoje, principalmente com o passo dado no TL3. Acho que, antes disso, sofreríamos até no Q2, então, foi um bom dia. Minha primeira vez em Austin, então é ir progredindo e construindo meu ritmo, ainda tenho algo a tirar em relação ao meu companheiro, mas é bom largar entre os dez. A equipe mexeu muito durante o fim de semana e isso ajudou muito, só posso agradecer a todos".

Esteban Ocon, 11º: "Acho que o 11º era o melhor que poderíamos ter hoje, então eu meio que estou satisfeito com o nosso esforço. Tem sido um final de semana duro, a gente não vinha com chances de Q3 no resto da etapa e quase entramos. Tentamos passar ao Q3 de médios e nem ficamos muito longe, talvez pudéssemos avançar de macios, mas isso atrapalharia nossos planos para amanhã. Fernando também ajudou com vácuo, foi trabalho em equipe, funcionou bem, mas não deu em Q3. Tudo pode acontecer amanhã, estratégia será crucial, vamos seguir positivos".

Publicidade

Antonio Giovinazzi, 12º: "Não é um resultado ruim, vamos largar perto do top-10 e podendo escolher os pneus, pode ser uma vantagem, os macios não estão fáceis de controlar. Estou feliz com o que fizemos hoje: boa volta no Q1, suficiente para passar mesmo com minha escapada na segunda tentativa. A sorte nos sorriu agora! Nosso ritmo nos TLs foi bom, vamos ver amanhã, a meta é pontuar. Precisamos largar bem".

Lance Stroll, 13º: "Foi triste cair no Q1 porque eu acho que tínhamos ritmo para mais. Na minha volta final, Giovinazzi rodou na minha frente, as bandeiras amarelas acabaram com minha classificação. Apesar de tudo, com as punições, ganho algumas posições. Vamos lutar amanhã".

Nicholas Latifi, 14º: "Na minha volta final, sofri um pouco com o equilíbrio do carro, perdi muito tempo ali. Não deu para recuperar no restante do giro. Foi frustrante, deveria ter ido ao Q2, só não fiz tudo certo. O ritmo não está ruim, melhoramos, estamos mais competitivos do que ontem, isso é positivo. Espero uma corrida dura pelo calor".

Nicholas Latifi ficou no Q1 (Foto: Williams)

Publicidade

Kimi Räikkönen, 15º: "Não foi um bom dia, nenhuma volta minha foi boa. Escapei na primeira, a segunda foi deletada e na terceira eu também escapei. Não foi ideal, daqueles dias em que nada dão certo. Vamos ganhar posições com as punições, mas precisamos estar em forma melhor na corrida".

Mick Schumacher, 16º: "Muita diversão, pouca sorte. Meio azarado ali com o jogo novo de pneus, eles estavam frios e sem aderência no primeiro setor, o que mais precisávamos ali. Não foi nosso dia, mas vamos tentar nosso melhor amanhã".

Nikita Mazepin, 17º: "Tenho sofrido com o acerto para o ritmo forte, preciso ver o que o carro pode fazer quando vou mais rápido. Tenho explorado limites, é o que se faz quando se está em último no Mundial de Construtores: tenta ir além do que a física permite e busca um milagre".

Sebastian Vettel, 18º: Vettel aprova Aston Martin e diz que calor de Austin deixa tudo aberto no domingo

Publicidade

Fernando Alonso, 19º: Alonso aposta em estratégia e vê pontos "ainda possíveis" mesmo com punição em Austin

George Russell, 20º: "Foi muito melhor que a sexta-feira. A gente vinha sofrendo nas curvas de baixa, mas a direção do vento nos colocou de volta no jogo. No Q2, foi brigar com Vettel e Alonso, briga dos punidos. Uma pena que tive minha primeira volta deletada na etapa justamente ali, mas não mudaria muito. Amanhã será uma longa corrida, mas temos boas táticas disponíveis".

Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações