Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Bottas supera Hamilton e lidera TL1 nos EUA. 3º, Verstappen fica quase 1s atrás

Valtteri Bottas superou Lewis Hamilton em 0s045 e foi o mais rápido do TL1 do GP dos EUA. Max Verstappen foi o terceiro, porém bem mais lento que a dupla da Mercedes

22 out 2021 14h33
| atualizado às 15h44
Compartilhar
Valtteri Bottas foi o mais rápido do treino livre 1 no Texas
Foto: F1/Twitter / Grande Prêmio

VERSTAPPEN MAIS POPULAR QUE HAMILTON? BRIATORE DE VOLTA? MAIS EUA NA F1? E AUSTIN? | GP às 10

A Mercedes nadou de braçada e, com Valtteri Bottas, liderou com folga o treino livre 1 do GP dos Estados Unidos de Fórmula 1. No fim da manhã desta sexta-feira (22) no Circuito das Américas, em Austin, o finlandês marcou 1min34s874 como volta mais rápida e superou o companheiro de equipe por apenas 0s045. Max Verstappen, que chega ao Texas como líder do campeonato e 6 pontos à frente de Hamilton, ficou sempre muito distante dos carros da Mercedes em termos de performance. A melhor marca estabelecida pelo holandês foi 0s932 mais lenta que a de Bottas.

Publicidade

O nórdico abriu a sessão já sabendo que vai perder cinco posições no grid de largada, fruto de uma punição em razão da troca do motor de combustão interna providenciada pela Mercedes neste fim de semana nos EUA.

Valtteri Bottas foi o mais rápido do treino livre 1 no Texas (Foto: Reprodução)

As duas Ferrari terminaram no top-5 da sessão. Charles Leclerc foi o quarto, 1s460 mais lento que Bottas, enquanto Carlos Sainz finalizou em quinto lugar. Pierre Gasly, com a AlphaTauri, novamente foi muito bem e garantiu o sexto melhor tempo, à frente de Sergio Pérez, da Red Bull, que sempre andou ao longo da sessão com pneus duros.

Lando Norris, com a McLaren, foi o oitavo, seguido pelas Alfa Romeo de Antonio Giovinazzi e Kimi Räikkönen, nono e décimo, respectivamente.

Publicidade

A Fórmula 1 volta a acelerar no Circuito das Américas às 17h (de Brasília, GMT-3) para o treino livre 2, sempre com transmissão ao vivo pelo canal por assinatura BandSports e pelo serviço de streaming F1 TV Pro. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL o fim de semana do GP dos Estados Unidos de Fórmula 1. Siga tudo aqui.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Saiba como foi o treino livre 1 do GP dos EUA de F1

A abertura dos trabalhos de pista em Austin começou bem mal para Fernando Alonso. Logo na sua volta de instalação, o bicampeão do mundo parou o carro na área de escape da curva 12 e teve de voltar a pé para os boxes da Alpine. A sessão mal havia começado e já era interrompida com bandeira vermelha.

Fernando Alonso ficou com o carro parado no começo do TL1 em Austin (Foto: Reprodução)

Publicidade

O treino foi retomado pouco depois, quando restavam 49 minutos para o desfecho da sessão. Logo depois, o primeiro a registrar tempo foi Kimi Räikkönen, que em Austin venceu pela última vez na Fórmula 1.

Dentre os protagonistas na luta pelo título, Lewis Hamilton foi o primeiro a virar tempo: 1min37s260, com pneus macios. Em seguida, Max Verstappen cravou tempo apenas 0s077 mais lento que seu grande adversário em 2021. Valtteri Bottas e Sergio Pérez estavam em terceiro e quarto, respectivamente. O mexicano, porém, estava com pneus duros na sua volta rápida, contra os macios dos três primeiros.

Ao longo da sessão, a transmissão oficial destacava o trecho da curva 9, onde a direção de prova já havia deletado tempos de pilotos que excederam os limites de pista naquele setor.

Então quinto colocado na tabela de tempos, Charles Leclerc escapou e chegou a ficar parado na área de escape da curva 6, mas o monegasco logo conseguiu voltar à pista sem maiores problemas, mas se queixava de muitas ondulações na pista.

Publicidade

Sergio Pérez teve um bom começo de fim de semana em Austin (Foto: Jared C. Tilton/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Na sequência do treino, Hamilton tratou de melhorar seu tempo ao cravar 1min36s812, enquanto Lando Norris assumia a segunda posição, 0s043 mais lento que o compatriota, e Verstappen era o terceiro, 0s220 atrás do heptacampeão. Mas tudo mudou logo em seguida quando 'Checo' Pérez, ainda no stint com pneus duros, anotou 1min36s798, 0s014 mais rápido que Hamilton.

Mas antes do desfecho da primeira meia hora de treino, Hamilton voltou à liderança e marcou 1min36s381 antes de voltar aos boxes. Naquele momento, Lewis era 0s417 mais rápido que Pérez, segundo colocado.

Pouco depois, Sebastian Vettel surpreendeu ao colocar a Aston Martin na liderança e marcar 1min36s344. Só que o tetracampeão voltou para a nona posição porque seu tempo foi deletado, novamente por ter excedido os limites da pista.

Publicidade

Daniel Ricciardo em ação no treino livre 1 em Austin (Foto: McLaren)

Leclerc melhorou seu tempo e pulou para segundo ao virar 1min36s601. Hamilton ainda era o primeiro, mas foi superado por Verstappen. Com pneus novos, o holandês anotou 1min36s046 e deixou o rival para trás em 0s339. Naquele momento, Alonso já estava de volta à pista para checar as condições de carro após o problema no início da sessão.

Enquanto a transmissão focava em Esteban Ocon e a câmera instalada no capacete do piloto francês da Alpine, Hamilton respondeu Verstappen e voltou à liderança com volta quase 1s mais rápida que a do holandês. Lewis virou 1min35s096. Pérez chegou a subir para segundo, mas foi outro que teve seu tempo deletado por exceder os limites de pista.

Segundos depois, foi a vez de Bottas assumir a liderança do treino depois de registrar 1min34s874, tempo 0s222 mais rápido que Hamilton, enquanto Nikita Mazepin havia acabado de rodar na curva 19.

Publicidade

No retorno à pista, já na fase final do treino, Hamilton melhorou sua marca, chegou inclusive a marcar a parcial mais rápida no terceiro setor, mas seguiu atrás de Bottas por 0s045. O finlandês confirmou a condição de líder do treino livre 1 minutos depois no Circuito das Américas.

Ainda no fim do TL1, Pérez se enroscou com Mick Schumacher e acertou a Haas do alemão, enquanto Räikkönen rodou em posição perigosa e ficou com o carro atravessado na curva 9. O finlandês foi um dos destaques da sessão ao colocar a Alfa Romeo em décimo lugar.

Fórmula 1 2021, GP dos Estados Unidos, Circuito das Américas, treino livre 1:

1 V BOTTAS Mercedes 1:34.874   17
2 L HAMILTON Mercedes 1:34.919 +0.045 18
3 M VERSTAPPEN Red Bull Honda 1:35.806 +0.932 16
4 C LECLERC Ferrari 1:36.334 +1.460 18
5 C SAINZ Ferrari 1:36.508 +1.634 20
6 P GASLY AlphaTauri Honda 1:36.611 +1.737 18
7 S PÉREZ Red Bull Honda 1:36.798 +1.924 20
8 L NORRIS McLaren Mercedes 1:36.855 +1.981 11
9 A GIOVINAZZI Alfa Romeo Ferrari 1:36.874 +2.000 18
10 K RÄIKKÖNEN Alfa Romeo Ferrari 1:36.876 +2.002 18
11 G RUSSELL Williams Mercedes 1:36.966 +2.092 19
12 E OCON Alpine Renault 1:36.970 +2.096 22
13 L STROLL Aston Martin Mercedes 1:36.972 +2.098 20
14 S VETTEL Aston Martin Mercedes 1:36.982 +2.108 20
15 F ALONSO Alpine Renault 1:37.068 +2.194 12
16 D RICCIARDO McLaren Mercedes 1:37.458 +2.584 18
17 N LATIFI Williams Mercedes 1:37.463 +2.589 19
18 Y TSUNODA AlphaTauri Honda 1:37.954 +3.080 22
19 M SCHUMACHER Haas Ferrari 1:38.866 +3.992 17
20 N MAZEPIN Haas Ferrari 1:42.239 +7.365 19
    Tempo 107% 1:41.515 +6.641  
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações