Abertura da Fórmula E em São Paulo agita os bastidores do esporte

Pela primeira vez na história, o Brasil vai sediar uma etapa de abertura do Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E. Em 7 de dezembro de 2024, o Sambódromo do Anhembi será palco do E-Prix inaugural da temporada 11 da categoria dos carros elétricos. Será a terceira vez consecutiva que o circo da Fórmula E desembarca […]

12 jun 2024 - 19h57
(atualizado às 19h57)
E-prix de São Paulo
E-prix de São Paulo
Foto: Esporte News Mundo

Pela primeira vez na história, o Brasil vai sediar uma etapa de abertura do Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E. Em 7 de dezembro de 2024, o Sambódromo do Anhembi será palco do E-Prix inaugural da temporada 11 da categoria dos carros elétricos.

Será a terceira vez consecutiva que o circo da Fórmula E desembarca na capital paulista, o que mostra a importância do país para o campeonato. O anúncio foi realizado nesta terça-feira (11) e agitou os bastidores do automobilismo.

Publicidade

Autoridades, pilotos e personalidades do esporte celebraram a abertura da Fórmula E na cidade de São Paulo (SP), que já recebe outros grandes eventos da modalidade, como a Fórmula 1 e as 6 Horas de São Paulo 2024 - WEC - Campeonato Mundial de Endurance.

"A Fórmula E é uma realidade em São Paulo. Há um casamento entre a cidade e a Fórmula E. Velocidade, tecnologia, sustentabilidade, e a cidade de São Paulo se orgulha da abertura da temporada em dezembro," disse Ricardo Nunes, prefeito de São Paulo.

"Além de receber uma das categorias mais importantes do automobilismo mundial, São Paulo agora fará a etapa de abertura, o que é simbolicamente importante. Mostra uma evolução significativa. Primeiro trouxemos a categoria e agora faremos uma das corridas de destaque do calendário", disse Gustavo Pires, presidente da São Paulo Turismo/SPTuris, empresa de eventos e turismo da Prefeitura.

O evento de abertura de um campeonato, em qualquer modalidade, sempre tem status importante, pois é quando toda a estrutura se reúne, testando novas regras, procedimentos, participantes e equipes.

Publicidade

A pré-temporada está confirmada para Valência (Espanha) de 4 a 7 de novembro de 2024. Será a primeira vez que o novo carro de corrida GEN3 EVO será testado publicamente, capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 1,82 segundos - 36% mais rápido que o atual GEN3.

"Achei muito legais as mudanças anunciadas com o calendário do próximo Mundial de Fórmula E para a temporada 11. Isso nos traz um público novo e, ainda mais, porque a primeira etapa será no Brasil ainda em 2024. Sempre a primeira e a última etapa são as de maior repercussão e, certamente, com a Fórmula E não será diferente. Estou bastante animado."

"A Fórmula E volta ao formato original, começando suas corridas em dezembro do ano anterior e terminando em julho. Isso é muito bom para nós porque não competimos por calendário e atenção dos fãs com nenhum outro campeonato em nível mundial até o final de fevereiro, deixando-nos no spotlight por três meses."

A 11ª edição terá 17 etapas, um recorde para a categoria, e apenas a prova da capital paulista ainda em 2024. No ano seguinte, as etapas ocorrerão em locais já conhecidos da Fórmula E. Segundo Sérgio Sette Câmara, piloto da ERT Formula E Team, a escolha da abertura no Brasil foi importante.

Publicidade

São Paulo sedia o único E-Prix da América do Sul mais uma vez e a promessa é de mais emoção. Nesta temporada, o resultado foi expressivo com o britânico Sam Bird (NEOM McLaren) vencendo na última curva. Em 2023, quando a F-E fez sua estreia na passarela do samba, o ganhador foi o neozelandês Mitch Evans (Jaguar TCS Racing).

"Nós estamos muito contentes que a Fórmula E tenha escolhido a cidade de São Paulo para abrir o campeonato. Isso leva nossas regras para outros patamares, e estamos trabalhando desde março, quando acabou a última prova, para conseguir essa escolha. Então, mãos à obra, temos muito a fazer. O evento só tende a melhorar."

"Também significa que o evento está no caminho certo, em termos de qualidade, experiência do público e termos esportivos de pista. Para nós, isso acaba sendo um grande reconhecimento do nosso trabalho," contou Guilherme Birello, organizador local da Fórmula E.

A temporada dez segue em andamento e faltam mais quatro provas para o fim do campeonato. As etapas serão em Portland, nos EUA, e Londres, Reino Unido, em junho e julho, respectivamente, todas com rodada dupla.

Publicidade

Classificação do Mundial de Pilotos (completo aqui)

1º - Nick Cassidy (Jaguar TCS Racing) - 167 pontos

2º - Pascal Wehrlein (TAG Heuer Porsche) -  142 pontos

3º - Mitch Evans (Jaguar TCS Racing) - 132 pontos

4º - Oliver Rowland (Nissan) - 131 pontos

5º - Jake Dennis (Andretti) - 113 pontos

18º - Sérgio Sette Câmara (ERT Fórmula E) - 11 pontos

24º - Lucas di Grassi (ABT Cupra)- 2 pontos

Publicidade
Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se