Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

"O Último Duelo" e os filmes da semana em streaming

21 jan 2022 15h21
| atualizado às 15h27
Compartilhar
Foto: Divulgação/20th Century Studios / Pipoca Moderna

A programação de estreias digitais combina filmes que passaram rapidamente pelos cinemas com títulos inéditos no Brasil. O principal destaque é a oportunidade de assistir "O Último Duelo", que foi pouco visto no circuito cinematográfico, mas é bem melhor que "Casa Gucci", o filme mais falado do diretor Ridley Scott em 2021.

O novo "Resident Evil" também chega às locadoras digitais, mas não melhora em tela pequena. Mesmo assim, é um título que muitos vão arriscar, embora existam outras opções. Confira abaixo algumas delas, na relação com as 10 estreias mais relevantes entre os lançamentos da semana em streaming e VOD.

Publicidade

 
 

O ÚLTIMO DUELO | STAR+

 

Pouco antes de lançar "Casa Gucci", Ridley Scott ("Gladiador") retomou sua paixão por épicos históricos nesta dramatização de eventos que teriam ocorrido na França do século 14. A denúncia de estupro de uma mulher casada leva o marido, recém-chegado das cruzadas, a requisitar o direito de duelar até a morte com o acusado, que nega ter abusado dela. O embate é extremamente violento e reflete toda a misoginia da época - que persiste ainda hoje - , disfarçada de cavalheirismo.

Publicidade

O ótimo elenco destaca Matt Damon (com quem Scott trabalhou em "Perdido em Marte") e Adam Driver ("Star Wars: Os Últimos Jedi") como os duelistas, Jodie Comer ("Killing Eve") na pele da mulher ultrajada e, como coadjuvante de luxo, um loiro e irreconhecível Ben Affleck ("Liga da Justiça"), que também assina o roteiro com seu velho amigo Matt Damon. Os dois parceiros não concebiam um roteiro juntos desde que venceram o Oscar por "Gênio Indomável", que eles igualmente estrelaram em 1997.

 
 

BRANCO NO BRANCO | FILMICCA

Publicidade
 

Consagração do chileno Théo Court, que levou o prêmio de Melhor Direção na mostra Horizontes do Festival de Veneza, "Branco no Branco" é um espetáculo visual que questiona sua própria beleza, como manifestação da violência colonialista. A trama acompanha a viagem de um fotógrafo (Alfredo Castro, de "O Clube") à Terra do Fogo para registrar o casamento de um poderoso fazendeiro. Ao chegar lá, descobre que a noiva é uma criança e busca transformar sua imagem, sexualizando-a. O resultado agrada ao fazendeiro, que decide transformar o fotógrafo em funcionário para eternizar todas as suas realizações, como o genocídio dos nativos Selk'nam.

Lançado em 2019 e até então inédito no Brasil, o filme ganhou ao todo 9 prêmios internacionais e atingiu 100% de aprovação no Rotten Tomatoes.

 
 

THE DOG WHO WOULDN'T BE QUIET | MUBI

Publicidade
 

O sexto longa de Ana Katz ("Sueño Florianópolis") é também o mais experimental e singelo trabalho da cineasta argentina. Uma ode à vida simples, gira em torno de um homem comum, dedicado a seu cachorro fiel, que trabalha em uma série de empregos temporários banais. À medida que avança na idade adulta, ele navega no amor, na perda e na paternidade, até que o mundo é abalado por uma súbita catástrofe.

Filmado em preto e branco e apresentado como uma coleção de vinhetas, que contam pequenos detalhes da vida do protagonista ao longo do tempo, o filme foi chamado de obra-prima pela crítica internacional. Premiado nos festivais de Roterdã, Mar del Plata e outros, tem 100% de aprovação no Rotten Tomatoes.

 
 

MUNIQUE: NO LIMITE DA GUERRA | NETFLIX

Publicidade
 

A trama se passa em 1938, quando Adolf Hitler se prepara para invadir a Tchecoslováquia. Contra todas as evidências de guerra, o Primeiro Ministro britânico Neville Chamberlain busca desesperadamente uma solução pacífica, apostando todas suas fichas na diplomacia, representada pela Conferência de Munique. Mas as concessões oferecidas apenas fortaleceram o nazismo, ao mostrar os países europeus como submissos à sua vontade. A impecável recriação histórica é também uma lembrete de como fascistas de ontem e hoje veem democratas como fracos de quem podem se aproveitar.

Inédito nos cinemas, o drama do alemão Christian Schwochow ("Paula") destaca em seu elenco George MacKay ("1917"), Jannis Niewöhner ("O Caso Collini") e Jeremy Irons ("Watchmen") no papel de Chamberlain.

 
 

VIDA DE CAMPEÃ | NOW, VIVO PLAY, VOD*

Publicidade
 

O drama do canadense Pascal Plante ("As Falsas Tatuagens") acompanha a atleta Nadia, que decide se aposentar da natação profissional após participar dos Jogos Olímpicos. Ela quer escapar de uma vida inteira de sacrifícios e uma rotina muito rígida. Mas depois de sua última prova e de mergulhar nos excessos da vida noturna, vem a dúvida.

Elogiadíssimo, o filme reflete as experiências pessoais do diretor como nadador competitivo, mostrando cenas realistas de natação para fazer um estudo de caráter psicológico sobre o esporte.

 
 

MATE-ME POR FAVOR | NETFLIX

Publicidade
 

O filme brasileiro de 2015 marcou a estreia em longas da curta-metragista Anita Rocha da Silveira e de boa parte de seu elenco, contando uma história que mescla mistério, drama e humor, e que tem como pano de fundo uma série de assassinatos que despertam a imaginação de um grupo de jovens. A diretora e a protagonista Valentina Herszage acabaram premiadas no Festival do Rio, dando início a carreiras consagradas - o novo filme da cineasta, "Medusa", venceu três festivais internacionais.

Estava inédito em streaming e chega no domingo (23/1) na Netflix.

 
 

MADALENA | NOW, VIVO PLAY, VOD*

Publicidade
 

A estreia impactante de Madiano Marcheti lida com uma realidade brutal do Brasil, país onde mais se assassina transexuais no mundo. A trama acompanha a reação de três jovens completamente diferentes à descoberta do corpo de Madalena, uma mulher trans, abandonado em uma plantação de soja do Centro Oeste, entre eles outra trans e o filho do dono da fazenda.

Foi premiado em três festivais internacionais no ano passado: Lima (Peru), Guanajuto (México) e Istambul (Turquia), além de ser exibido nos prestigiados festivais de Rotterdã (Holanda) e San Sebastián (Espanha) sob muitos elogios da crítica mundial.

 
 

RESIDENT EVIL: BEM-VINDO A RACCOON CITY | NOW, VIVO PLAY, VOD*

Publicidade
 

O reboot tentou ser mais fiel que os filmes estrelados por Mila Jovovich, mas só comprovou que o game original não se sustenta numa transposição mais literal para as telas. Fracasso de crítica (30% no Rotten Tomatoes) e público, o longa segue os irmãos Claire e Chris Redfield investigando o que aconteceu com Raccoon City, cidade transformada pela Umbrella Corporation no marco zero de uma epidemia de zumbis - ou de mutantes assemelhados.

Kaya Scodelario ("Predadores Assassinos") e Robbie Amell ("A Babá") vivem os irmãos Redfield e o elenco ainda inclui Hannah John-Kamen ("Homem-Formiga e a Vespa") como Jill Valentine, Avan Jogia ("Victorious") como Leon Kennedy e Tom Hopper (o Luther de "The Umbrella Academy") como Albert Wesker, cientista da temível Umbrella Corporation, reprisando situações dos jogos criados há 25 anos.

 
 

ATIVIDADE PARANORMAL: ENTE PRÓXIMO | NOW, VOD*

Publicidade
 

Reboot da franquia interrompida em 2015, o terror volta a trazer imagens feitas pelo próprio elenco com a desculpa narrativa da realização de um documentário. O tema do filme dentro do filme é o encontro da protagonista com a família que ela não conhecia numa comunidade religiosa reclusa. O projeto tem um começo bem-sucedido, com a recepção positiva da comunidade, mas não demora para os cineastas perceberem que os moradores do local não são Amish como acreditavam. Pior ainda: a mãe nunca quis que sua filha voltasse para aquele lugar.

Longe de ser um trabalho semiamador como o filme que originou a franquia, o roteiro foi escrito por Christopher Landon ("A Morte Te Dá Parabéns") e a direção é de William Eubank ("O Sinal ‑ Frequência do Medo"). Talvez por isso a crítica tenha sido menos gentil. Muito mal avaliado (29% no Rotten Tomatoes), o filme evitou fracassar nas bilheterias com um lançamento direto em VOD. Quer arriscar?

 
 

O ALPINISTA | NOW, VIVO PLAY, VOD*

Publicidade
 

O documentário dos diretores Peter Mortimer e Nick Rosen, especialistas em filmes de alpinismo, acompanha o jovem Marc-André Leclerc em algumas das escaladas mais ousadas da História. As imagens impressionantes mostram como é uma vida sem margem para erros e renderam a "O Alpinista" o prêmio de Melhor Documentário Esportivo no Critics' Choice Documentary Awards 2021.

 
 

* Os lançamentos em VOD (video on demand) podem ser alugados individualmente nas plataformas Apple TV, Google Play, Looke, Microsoft Store e YouTube, entre outras, sem necessidade de assinatura mensal.

Pipoca Moderna
Fique por dentro das principais notícias de Entretenimento
Ativar notificações