Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

"Minions 2" vira animação de maior bilheteria da pandemia

3 jul 2022 - 16h58
Compartilhar
Foto: Divulgação/Universal Pictures / Pipoca Moderna

"Minions 2: A Origem de Gru" precisou de apenas três dias para virar a animação de maior bilheteria de todo o período da pandemia na América do Norte.

A produção da Universal arrecadou US$ 108 milhões em seu fim de semana de estreia nos EUA e Canadá. E como segunda-feira é feriado nos EUA - Dia da Independência - , projeções do mercado sugerem que chegará a US$ 127,9 milhões em seus primeiros quatro dias.

Publicidade

Ironicamente, "Lightyear" (em 6º lugar) tinha superado "Encanto" neste fim de semana, ao atingir US$ 105,3 milhões em 18 dias no mercado norte-americano. Mas, em vez de marcar uma nova liderança, esse valor agora representa a segunda maior arrecadação de uma animação durante a contaminação de covid-19 na América do Norte. "Minions 2" bateu esse total em três dias.

De forma impressionante, o quinto filme da franquia "Meu Malvado Favorito" teve um desempenho de blockbuster pré-pandemia. Sua venda de ingressos quase igualou o antecessor, "Minions", que em 2015 estreou com US$ 115 milhões em três dias.

Mais que isso, a projeção para os quatro dias é um recorde de todos os tempos: maior abertura do Dia da Independência, superando o blockbuster "Transformers: O Lado Oculto da Lua", que fez US$ 115,9 milhões ao longo de quatro dias em 2011.

Publicidade

O sucesso foi mundial. Lançado em mais 61 países, somou US$ 93,7 milhões no exterior e registrou as maiores estreias de animação na era da pandemia em 52 desses territórios. Foi até além na Argentina, Arábia Saudita, Israel e Venezuela, onde teve a maior abertura de uma animação da História.

Com isso, o filme já ultrapassou US$ 200 milhões de bilheteria global - acima dos US$ 187,5 milhões de "Lighyear", mas ainda abaixo dos US$ 256,2 milhões de "Encanto" no mercado mundial.

Fora dos EUA e Canadá, "Minions 2" teve suas maiores bilheterias no Reino Unido e Irlanda (US$ 12,9 milhões), seguidos por México (US$ 12,4 milhões), Alemanha (US$ 4,8 milhões), Espanha (US$ 3,6 milhões), Indonésia (US$ 3,4 milhões), Argentina (US$ 3,3 milhões) e Brasil (US$ 3,2 milhões).

Publicidade

O público atribuiu ao filme uma nota "A" no CinemaScore, resultado de pesquisas na saída dos cinemas dos EUA. Mas a crítica norte-americana não se empolgou tanto, somando 68% de provação no Rotten Tomatoes.

Em 2º lugar no ranking dos EUA, "Top Gun: Maverick" caiu apenas 14% em relação à semana anterior, arrecadando US$ 25,5 milhões em seu sexto fim de semana em cartaz. Até o feriado de segunda-feira, as vendas de ingressos devem chegar a US$ 32,5 milhões.

O total da bilheteria doméstica da produção da Paramount está em US$ 570 milhões, o maior faturamento do ano na América do Norte. Em todo o mundo, a marca é de US$ 1,11 bilhão, também a maior de 2022.

Líder do fim de semana passado, "Elvis" caiu para o 3º lugar, arrecadando US$ 19 milhões no fim de semana. Até agora, a cinebiografia musical da Warner Bros. acumulou US$ 67 milhões na América do Norte e US$ 113 milhões globalmente, embora ainda não tenha estreado em muitos países. O lançamento no Brasil está marcado para 14 de julho.

Publicidade

Em estado de graça, a Universal também conquistou o 4º e o 5º lugares do ranking, com "Jurassic World: Domínio" e "O Telefone Preto", dando ao estúdio três raras posições entre os cinco filmes mais vistos do fim de semana nos EUA.

O sexto capítulo da franquia "Jurassic" arrecadou US$ 15,6 milhões e, após quatro semanas, acumula US$ 335,3 milhões nas bilheterias domésticas, com robustos US$ 824,5 milhões em todo o mundo.

Fechando o Top 5, o terror "O Telefone Preto" arrecadou US$ 12,3 milhões e, depois de dois fins de semana, soma US$ 49,7 milhões na América do Norte e US$ 74,4 milhões globalmente.

Ainda inédito no Brasil, o filme de Scott Derrickson (diretor de "Doutor Estranho") estreia em 21 de julho no Brasil.

Publicidade
Pipoca Moderna
Fique por dentro das principais notícias de Entretenimento
Ativar notificações