Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Público de camarote ignora desfile da Portela no Rio, e foto viraliza

Fotógrafo Felipe Silva propôs uma reflexão sobre o registro feito durante o Desfile das Campeãs

6 mai 2022 17h13
| atualizado às 18h22
Compartilhar
Foto mostra público de camarote no Rio ignorando o desfile da Portela
Foto mostra público de camarote no Rio ignorando o desfile da Portela
Foto: Foto: Felipe Silva / Amantes do Carnaval

Felipe Silva, fotógrafo do site Amantes do Carnaval, já é profissional na arte de registrar os desfiles das escolas de samba. Mas, neste ano, se viu em torno de uma grande repercussão após uma de suas fotos viralizar nas redes sociais.

O registro mostra a plateia de um dos camarotes na Marquês de Sapucaí alheia à tradicional Portela durante o Desfile das Campeãs do Caranaval do Rio de Janeiro. A escola foi a segunda a desfilar na noite do último sábado (30).

Publicidade

Na foto aparece o quarto carro da agremiação, batizado de Travessia, que traz a cabeça de um homem preso pelo pescoço, representando escravizados que mantinham sua jornada pelo Atlântico nos navios negreiros. Ao fundo, se vê o público desinteressado pelo desfile.

Felipe, que foi pela primeira vez fotografar o Carnaval carioca, conta que a ideia da foto não era mostrar o público, mas o agito vindo de um dos camarotes que atrapalhava o desfile da Portela. A situação chamou a atenção do fotógrafo, que fez o registro. Ele só não esperava que o post no Instagram iria viralizar.

“Eu sempre tiro minhas fotografias e posto no meu portfólio em uma página no Instagram. Comentei com um colega do trabalho, que faz faculdade de história, que iria fazer o post sem legenda para ver se a galera do Carnaval conseguiria trazer alguma reflexão”, contou o fotógrafo. "Postei a foto e coloquei a legenda pedindo que observassem como se fosse um quadro numa exposição de arte. Aí foram compartilhando, surgindo as reflexões, até mesmo pelos últimos acontecimentos que tiveram lá na Sapucaí”.

Uma das polêmicas trazida à tona por um jurado foi a questão do barulho vindo dos camarotes durante os desfiles. A observação foi, inclusive, documentada na justificativa das notas.

Publicidade

"Muito vazamento de som dos camarotes para dentro da Avenida (em frente aos módulos 1 e 2) durante a passagem das escolas. Uma falta de respeito para com o espetáculo e podendo, inclusive, atrapalhar os jurados da parte musical", escreveu o jurado de bateria Philipe Galdino em suas observações finais.

Acostumado a fotografar os ensaios técnicos e desfiles de São Paulo, Felipe notou uma diferença entre o Carnaval carioca e o paulistano e arrisca um palpite para nunca ter tido esse problema durante os desfiles no Anhembi. “Em São Paulo, os camarotes estão localizados em direção da rua, então o público assiste aos desfiles. No Rio, achei estranho que o camarote invade a pista. E havia vazamento de som dos camarotes em frente ao setor 3”.

Deslumbrado com o que viu em terras cariocas, o fotógrafo torce para que providências sejam tomadas e que os desfiles voltem a ser o foco principal para o público. "Lá, o clima é surreal. As pessoas vivem o Carnaval como se fizesse parte da alma. É Patrimônio Cultural. Alguma providência, provavelmente, será tomada”.

Felipe Silva
Foto: Acervo pessoal

 

Publicidade
Fonte: Redação Terra
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações