Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Artistas se despedem de Marina Pinto, a 'guerreira da cultura' de Guarulhos

Ex-presidente do Conselho Municipal de Política Cultural, fotógrafa e multiartista guarulhense, Marina morreu aos 51 anos

27 mai 2022 15h11
| atualizado em 13/6/2022 às 17h00
Compartilhar

''Me chamam de guerreira da cultura, mas reforço, só se for por guerras coletivas. A cultura é minha batalha, mas jamais individual". Era assim que a curadora de arte Marina Pinto, 51, definia a atuação e a busca por mostrar os trabalhos de artistas de Guarulhos, na Grande São Paulo.

Criada no Jardim Bonsucesso e idealizadora do Coletivo Fotógrafas Guarulhenses, Marina morreu na última segunda-feira (16), após ter tido sequelas pulmonares decorrentes da Covid-19.

No hospital, Marina chegou a postar uma mensagem de que vivia uma batalha pessoal, mas jamais sozinha.

Desde semana passada, artistas e coletivos culturais da cidade têm homenageado a trajetória de Marina, que lutou para potencializar os trabalhos artísticos feitos por profissionais do município.

A última produção da multiartista foi o documentário "Terra de Fé" lançado em 2021, e que se tornou um legado para os movimentos sociais da região. Nele, Marina trouxe fotografias das tradições e costumes do bairro do Bonsucesso.

A multiartista também foi responsável por promover a vinda de mais mulheres para o campo da fotografia na cidade.

Em março de 2018, no Dia Internacional das Mulheres, o movimento lançou o 1º Acervo de Fotógrafas de Guarulhos, pelo desejo de valorizar as experiências artísticas e divulgar os trabalhos fotográficos das mulheres da cidade.

O projeto da Grande São Paulo tornou-se um marco no âmbito da arte, para mulheres que tiram das imagens seu sustento. A iniciativa permanece ativa com mais de 20 profissionais do público feminino.

"Crescemos por meio desse movimento, e vamos honrar a luta dela, conectando outras mulheres pela cidade"

Janaina Reis, do Coletivo Fotógrafas Guarulhenses.

Marina também atuou ao longo da carreira no FunCultura (Conselho de Fundo Municipal de Cultura), responsável pela aprovação de projetos em prol à cultura do município. A "Guerreira da Cultura", como era apelidada, atuou por mais de 30 anos âmbito artístico da cidade, em diversos setores públicos, privados ou sem fins lucrativos.

Homenagens

O movimento de artistas independentes do bairro do Bonsucesso, local onde Marina cresceu e se desenvolveu no meio do audiovisual, articulou homenagens pela cidade para divulgar o legado da Curadora de Arte.

No último domingo (22) o Movimento Cultura e Tradição conectou artistas da região para celebrar a vida e obra da curadora - o evento contou com músicos como Otavio Ventura, Thiago Cavalcante e Zenon & Nascimento, além de recitação de grupos literários de prosa e poesia da cidade.

"Sua existência está eternizada em cada esquina, sarau ou movimento cultural em Guarulhos'', diz o coordenador do Movimento Cultura e Tradição, Marcos Lins, 46. ''Ela amava a arte, e encontramos por meio da música e dança uma forma de celebrar o seu legado."

No próximo domingo (29) Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos retoma suas atividades presenciais, recebe os artistas guarulhenses Victor Cali e o grupo As Despejadas. O concerto será dedicado em homenagem à Marina Pinto.

Marina deixa as irmãs Mércia e Márcia. As obras e registros dela podem ser acessados por meio de suas redes sociais.

Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos

Endereço: R. Francisco Foot, 3, Jardim Tranquilidade, Guarulhos

Quando: Domingo (29), às 17h

Marina Pinto e artistas de Guarulhos @Isabelle Andrade
Marina Pinto e artistas de Guarulhos @Isabelle Andrade
Foto: Agência Mural
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações